in

Após polêmicas, Daciolo surpreende em nova pesquisa presidencial

O debate presidencial realizado na Rede Bandeirantes de Televisão apresentou um novo personagem para a população brasileira, o cabo Daciolo, que é bombeiro no Rio de Janeiro e candidato à presidência da República.

Publicidade

Durante o debate, Daciolo era um desconhecido entre os candidatos, tanto que o próprio citou que nunca havia sido citado em quaisquer pesquisas presidenciais. Só agora os institutos passam a considerá-lo nas pesquisas presidenciais, como o Instituto Paraná Pesquisas, que fez um novo levantamento e considerou o cabo na contagem.

Daciolo apresentou posições muito semelhantes às do deputado federal Jair Messias Bolsonaro, porém parece ser um pouco radical em certas opiniões que regem o país. Uma das falas do presidenciável sobre um suposto plano de tornar a Améria Latina socialista viralizou na Internet.

Publicidade

Daciolo afirmou que existe o plano URSAL (União das Repúblicas Socialistas da América Latina), que seria uma reunião de todos os países da América Latina para um plano socialista, algo semelhante com a URSS (União da Repúblicas Socialistas Soviéticas).

Publicidade

No levantamento, o cabo Daciolo surpreendeu muito e apareceu, em sua primeira participação em pesquisas, com 1,2% das intenções de votos, já ultrapassando candidatos como João Amoêdo (Partido Novo), com 1,1%, também o Henrique Meireles (MDB), com 0,9%, e Guilherme Boulos (PSol), com 0,7%.

Publicidade

Os candidatos que foram ultrapassados por Daciolo são conhecidos pela população, o que mostrou o grande poder que terá a internet nestas eleições presidenciais de 2018. Esse acaba sendo um dos motivos importantes para que os candidatos foquem mais no poder das redes sociais.

Jair Bolsonaro lidera em cenários que não consideram o Lula como possível candidato, por exemplo. E ele é um dos candidatos mais conhecidos e comentados pelos internautas. As redes sociais deverão ser um dos seus canais diretos com os eleitores, já que ele tera pouco tempo de televisão durante sua campanha.

A pesquisa em que Daciolo foi colocado, foi desconsiderada a candidatura de Lula.

Publicidade
Publicidade
Publicidade