in

Grávida passa por cesárea após levar um tiro na cabeça disparado pelo marido

Mais um caso de violência contra a mulher ganhou as manchetes dos principais jornais do Brasil. Desta vez, uma gestante de 20 anos foi atingida com um tiro na boca, disparado por seu companheiro, que é pai do bebê que ela carregava em seu ventre; saiba mais.

Publicidade

De acordo com o portal de notícias online, G1, a mulher grávida que não teve o seu nome divulgado estava na 39ª semana de gravidez. Logo depois de ser baleada, a jovem foi socorrida com vida, por uma unidade do SAMU (Serviço de Atendimento Médico de Urgência) e levada ao Hospital de Base em Brasília, o caso aconteceu no domingo (12), na cidade satélite de Sobradinho, DF.

Grávida passa por cesárea após levar um tio na cabeça disparado pelo marido

No Hospital de Base, ela foi estabilizada e nesta segunda-feira (13), a jovem foi transferida para a Hospital Regional de Sobradinho (HRS) para fazer o parto da criança. Mesmo com um quadro de saúde preocupante e com a bala alojada na cabeça, a mulher passou por uma cesariana bem sucedida e felizmente deu a luz a uma menina saudável e que passa bem. O nome do bebê e o horário do nascimento não foram informados. A mãe continua internada e o quadro de saúde é considerado estável.

Publicidade

Foragido

O marido da jovem grávida, acusado de ter atentado contra a vida dela, está foragido. Segundo a Polícia Civil que investiga o crime, o homem, de 24 anos, identificado como Hugo Ferreira dos Santos, estava cumprindo pena em regime aberto por tentativa de homicídio. A delegacia responsável pelas investigações do caso que está sendo tratado como tentativa de feminicídio é a 35ª DP, em Sobradinho II.

Publicidade

Tiro acidental

Teodomiro Ferreira dos Santos, de 66 anos, pai de Hugo, informou ao G1, que o casal tem uma filha de 5 anos de idade e que o filho não tinha a intenção de matar a esposa, segundo o idoso o tiro foi acidental. Teodomiro disse que o disparo aconteceu enquanto o filho limpava a arma. Procurada pela reportagem do portal, a família da jovem preferiu não se pronunciar sobre o ocorrido. A polícia continua com as investigações em busca do paradeiro do suspeito. A violência contra a mulher no Brasil atinge pessoas de todas as classes sociais e os números são alarmantes. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade