in

Marina Silva comemora laicidade do estado e revela planos para o futuro: ‘ graças a Deus o estado é laico’

Na segunda-feira passada, dia 06 de agosto, a candidata a presidência da república nas eleições de 2018, Marina Silva, concedeu uma entrevista para o renomado pastor Caio Fábio, um apoiador antigo de seus ideais. Ela participou do famoso programa Papo de Graça que é apresentado pelo próprio Caio na plataforma digital Youtube.

Publicidade

Marina respondeu diversas perguntas a respeito de vários temas e contou com o apoio de muitos pastores, entre eles o de peso Ed René Kivitz. O programa Papo de Graça já estava se aproximando do final e a candidata pela Rede declarou que se sente extremamente feliz por poder contar com o apoio de cada um deles.

Disse que só podia agradecer naquele momento e pedir para que Deus não deixe ninguém que acredite nela se sentir envergonhado por algo que faça no futuro. Porém, ao terminar sua fala, imediatamente o pastor Caio Fábio ressaltou que o risco da vergonha não existe.

Publicidade

Já na oração final o religioso pediu incansavelmente para que Deus não permitisse um ‘espinheiro’ como novo presidente do Brasil, parafraseando o texto da Bíblia de Juízes 9. A entrevista durou longas duas horas e contou com muitos vídeos pré-gravados onde tornaram possíveis a participação de diversas pessoas.

Publicidade

Além dos pastores, alguns nomes de peso na televisão brasileira fizeram questão de enviarem suas perguntas. Como por exemplo, Marcelo Marrom, antigo apresentador do famoso programa Legendários, Rafael Portugal e Fábio Porchat, do Porta dos Fundos.

Publicidade

A conhecida cantora gospel Daniela Araújo também participou e mostrou seu descontentamento com o gigante extremismo que existe da esquerda e direita nas atuais eleições, porém, a candidata Marina Silva anunciou que caso tome o poder vai buscar uma síntese, moldando o melhor dos dois lados.

Marina pretende fazer uma junção do humanismo socialista com os ideais existentes da Revolução Francesa e da Teologia da Libertação. As eleições de 2018 estão tensas e a web aponta Jair Bolsonaro como um dos favoritos ao lado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que mesmo preso foi anunciado como candidato pelo seu partido político, o PT. Tal escolha foi muito debatida nas redes sociais por internautas que não aceitaram um preso disputando a presidência do país.

Publicidade
Publicidade