in

Homem é condenado após matar jovem durante ato não convencional

O britânico Jason Gaskell, 24 anos, foi condenado a seis anos de prisão por matar uma jovem de 21 anos durante uma brincadeira nada convencional. O caso aconteceu no dia 27 de fevereiro deste ano, e Laura Huteson acabou perdendo a vida de uma forma supostamente acidental, porém, obscura e que causou surpresa na Justiça

Publicidade

De acordo com as investigações, Gaskell teria pressionado uma faca no pescoço da moça durante um momento de intidade do casal na cama. O ato teria sido consentido, mas a força imposta pelo rapaz passou dos limites e a faca acabou perfurando uma artéria. Laura morreu poucas horas depois.

Tudo aconteceu na casa do britânico. Ela perdeu muito sangue e, pelas informações, os dois, nesse dia, estavam alterados por causa de bebida e drogas.

Publicidade

No processo foi comprovado o uso de cocaína e bebidas. A noite ardente acabou se tornando um grande pesadelo e tirou a vida de uma mulher cheia de sonhos e com um filho para criar. Ao que tudo indica, a confiança da moça no rapaz foi total e isso fez com que ela perdesse a vida.

Publicidade

Conforme relatos reunidos pelos investigadores, Gaskell é adepto de práticas não convencionais e, sabendo que estaria junto com Laura, já preparou e deixou uma faca embaixo do travesseiro para ser usada durante a relação. A polícia notou marcas no pescoço dela, que mostraram que o rapaz teria sufocado ela durante o ato, mas tudo com o consentimento prévio e até om uma palavra de segurança combinada, caso algum deles desistissem da ação.

Publicidade

Ação perigosa

O juiz Jeremy Richardson classificou o caso como uma conduta extremamente perigosa. Com contundência, o juiz disse ao homem que, por mais que tudo foi consentido e a morte dela foi algo acidental, tudo o que estava fazendo era perigoso e os dois tinham consciência disso, porém, a jovem pagou mais caro por tudo, um preço infinitamente maior.

Segundo os familiares, Laura era muito querida e amada. Ela conheceu Gaskell horas antes de perder a vida. Era o primeiro encontro dos dois. A jovem deixa um filho pequeno. Ao proferir a sentença, o juiz Richardson foi bem categórico: "O réu assumiu riscos colossais para realizar suas fantasias".

Histórico problemático

Uma das revelações do julgamento é que o britânico tem um passado de atitudes desse tipo. Ele poderia ter matado outras pessoas. A força que ele empregou com a faca no pescoço da vítima foi extrema e infeliz.

Publicidade
Publicidade