in

Everton Felipe terá que cumprir meta se quiser assinar contrato definitivo com o São Paulo

O meia Everton Felipe foi apresentado como reforço do São Paulo nesta quinta-feira (09), porém, o vinculo é por contrato de empréstimo. Alexandre Pássaro explicou como funcionará o contrato com o Sport.

Publicidade

Pássaro falou que, inicialmente, o São paulo irá pagar o valor de R$ 3 milhões pelo empréstimo de Everton Felipe, que será válido até o fim de 2019. Porém, o clube paulista está com a obrigação de comprá-lo até 2022. Mas isso não é problema para o clube que pretende definir isso o quanto antes.

O contrato também prevê uma meta a ser batida por Everton Felipe. Caso isso ocorra, o clube terá que pagar mais R$ 3 milhões em dezembro. O dirigente do clube ainda falou sobre a atual situação de Morato, que esteve envolvido na negociação. Isso por que o contrato do atacante chega ao fim em dezembro e, até lá, ele estará emprestado ao Sport.

Publicidade

O dirigente afirmou que Morato está sendo visto como uma oportunidade para o clube, pois sabiam o interesse que o Sport tinha no jogador. O empréstimo foi feito com o conhecimento do Ituano, e Alexandre garantiu que o time continua com a opção de compra do jogador.

Publicidade

Raí chegou a dar uma declaração, alegando que o clube não está interessado em contratar mais nenhum jogador até o final da temporada, por estarem satisfeitos com o atual elenco que o clube tem dentro de campo.

Publicidade

Porém, o técnico Diego Aguirre, que atualmente comanda a equipe do São Paulo, chegou a pedir mais um jogador que pudesse amenizar a contensão que ele precisa nos seus volantes. A dúvida que fica no ar é se o pedido do técnico será ou não atendido.

Publicidade
Publicidade
Publicidade