in

PT toma atitude inesperada para ter Lula no debate da Band

O ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva teve sua candidatura confirmada pelo PT (Partido dos Trabalhadores), que quer tê-lo como representante do partido nas eleições presidenciais de 2018, porém o petista terá sua candidatura julgada pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e pode ser impedido de disputar estas eleições.

Publicidade

No momento, para o TSE, Lula ainda não é candidato oficial, e até mesmo por ele estar preso, as emissoras não o convidaram para o debate presidencial, pois a juíza que cuida de sua prisão entende que o ex-presidente tem 'status de inelegível' e não pode deixar a cela para participar de debates ou até mesmo gravar vídeos.

Lula usa como argumento que ainda tem como recorrer de seu processo e não pode ser condenado de uma vez por todas e impedido de participar de sua campanha presidencial.

Publicidade

Agora o PT quer ter o petista nos debates presidenciais e já vem tomando atitudes para que isto aconteça, e a cúpula do partido entrou com um mandado de segurança no TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4° Região) para fazer com que o petista participe do  debate, agora este mandado será julgado.

Publicidade

O debate ocorrerá no dia 09/08, nesta quinta-feira, e a emissora Rede Bandeirantes de Televisão já divulgou o nome dos convidados, dentre eles não tem nenhum petista, até porque o partido só anunciou a candidatura de Lula, que ainda não pode ser considerado um candidato, até segunda ordem do TSE.

Publicidade

Dentre os participantes, estão Jair Bolsonaro, Marina Silva, Ciro Gomes, Álvaro Dias e Geraldo Alckmin, estes são os que costumam ficar mais bem colocados nas pesquisas presidenciais, mas é claro que tem muitas figuras que surgirão nestas eleições e ainda são pouco conhecidas pela população, como o líder do MTST (Movimento dos Trabalhadores sem Teto), o Guilherme Boulos, que é candidato pelo PSOL (Partido Socialismo e Liberdade).

Publicidade
Publicidade
Publicidade