in

Policial Juliana dos Santos é encontrada morta dentro de um carro; detalhes do crime chocam

A policial Juliana dos Santos que havia desaparecido na semana passada, foi encontrada morta dentro de um veículo pela policia nesta segunda-feira (06).

Publicidade

O corpo de Juliana foi encontrado na noite desta segunda-feira às 19h50 pelo polícia, na Rua Cristalino Rolim de Freitas, no Bairro Campo Grande, na Zona Sul de São Paulo. Quem confirmou a informação foi o coronel Marcelo Salles, comandante-geral da PM.

A policial estava desaparecida desde a semana passada quando entrou na comunidade de Paraisópolis, também localizada na zona sul de São Paulo. Segundo relatos dos policiais, havia uma calça camuflada usada pela policial dentro do veículo.

Publicidade

A policial foi até a comunidade de Paraisópolis na última quarta-feira, 1 de agosto, por um motivo especial, comemorar o nascimento do filho de um casal de amigos. Logo depois ela foi para um bar, onde começou a beber para comemorar a data em questão.

Publicidade

Uma testemunha revelou que por volta de 3 da manhã, a policial foi até o banheiro, quando voltou, uma pessoa estava reclamando do sumiço de seu aparelho celular, foi nessa hora que Juliana se apresentou como policial e obrigou todos a permanecerem no local até que o objeto fosse encontrado.

Publicidade

Cerca de 40 minutos depois, quatro homens não identificados, sendo três com capuz e portando armas invadiram o local atirando. Os tiros acabaram atingindo Juliana por duas vezes, que em seguida foi levada pelos bandidos. A Secretaria de Segurança Publica chegou a oferecer uma bonificação de R$ 50 mil para quem informasse o paradeiro da policial. Juliana que morava com a mãe e a irmã em São Bernardo havia entrado para a PM somente há dois anos.

Publicidade
Publicidade
Publicidade