in

Ivete Sangalo abre o jogo na Globo e revela o cachê que recebia: ‘ganhava em comida’

Uma das maiores estrelas da música brasileira e que atualmente possui um dos maiores cachês, a baiana Ivete Sangalo, abriu o coração na última quinta-feira (02), no programa The Voice Brasil. A jurada do programa, revelou que quando iniciou sua carreira, seu cachê não era 'lá aquela coisa', e que seu pagamento para cantar nos barzinhos em Salvador, era por vezes apenas carne de sol.

Publicidade

A cantora fez sua revelação após a apresentação de Alicia de Sá, de 19 anos, a baiana então revelou: “Eu tinha 18, 19 anos e eu ficava feliz quando o cachê era carne de sol. Era uma maneira do dono do bar me pagar, porque o couvert [artístico] era livre, e não sei por que o pessoal não pagava…”.

“Ele falava, ‘Se gostar, paga o couvert! Carne de sol nela’. E olha onde estou agora, no ‘The Voice Brasil'”, disse ela brincando. A jurada revelou seu inicio como cantora, após a jovem revelar que canta no restaurante de sua mãe em Pedra Branca de Amapari, no Amapá.

Publicidade

A cantora então aconselhou a jovem: “Tudo bem que eles estão dizendo que não paga o cachê porque é filha, mas isso já é cantar profissionalmente. Para se conseguir alguma coisa, primeiramente tem que cantar”.

Publicidade

Ivete Sangalo tem sido questionada na nova temporada do programa por seu jeito mais sério e rígido, não estando tão fácil de virar sua cadeira. A baiana tem sido cobrada por mais flexibilidade por seus seguidores nas redes sociais, e em resposta Veveta disse: “O momento em que a gente dá aqueles conselhos nem sempre as cadeiras viram. São dezoito cadeiras para cada técnico, independentemente da gente virar ou não, essas dezoito cadeiras, serão ocupadas. É uma questão apenas raciocínio e de conta”.

Publicidade

E completou sua resposta dizendo: “Eu quero que as pessoas saibam que eu só vou virar a cadeira quando for de fato algo que eu estou sentindo naquele momento… tem muito a ver com o momento do artista”.

Publicidade
Publicidade
Publicidade