in

Famosa faz desabafo sobre maternidade e choca fãs

Em uma entrevista pra lá de sincera, uma celebridade que possui milhões e milhões de fãs falou o que pensa sobre a maternidade e deixou muita gente de queixo caído. Ela que sempre foi um exemplo de mulher independente, de beleza e sucesso, fez revelações sobre a sua vida pessoal e de como a mídia pode fazer da vida de uma atriz um verdadeiro inferno.

Publicidade

De acordo com o portal de notícias online, UOL, a atriz de fama internacional, que encanta multidões em todo o mundo com seu trabalho, fez um desabafo sincero à revista InStyle. Jennifer Aniston, a amada Rachel de Friends, uma das séries mais amadas do planeta e sucesso absoluto no Brasil, surpreendeu com seu desabafo. A bela atriz de 49 anos, que tem uma carreira de sucesso em Hollywood, abriu seu coração sobre o novo desafio de sua vida: ser mãe.

Famosa faz desabafo sobre maternidade aos 49 anos

Antes de ser reconhecida pelo seu talento pelo grande público, o nome de Jennifer era figurinha fácil nas matérias de fofocas dos famosos. Ela foi casada com o eterno galã de Hollywood, Brad Pitt, que a deixou para viver com Angelina Jolie, outro ícone do cinema mundial.

Publicidade

Aniston também foi casada com o ator Justin Therouxos dois viveram juntos por 7 anos, eles anunciaram a separação em fevereiro deste ano. Segundo as más línguas, Justin encontrou alguns bilhetes de Brad guardados pela atriz, o que o deixou inseguro, já que o galã está solteiro.

Publicidade

A estrela também falou sobre o assédio em Hollywood e declarou que já recebeu cantadas de alguns astros, mas ressaltou que nunca passou por alguma situação realmente constrangedora. Na verdade, segundo ela, já foi mais maltratada verbalmente por mulheres na indústria cinematográfica.

Publicidade

No auge dos seus 49 anos, ela falou da pressão imposta pela sociedade sobre a mulher com relação à maternidade, e chocou seus fãs ao revelar que não pretende ser mãe, já que acredita que essa não é a sua missão na terra. Por ser pessoa pública, as cobranças são ainda maiores, ela questiona porque é tão complicado para as pessoas entenderem que a mulher tem o direito de não querer ser mãe.

Publicidade
Publicidade