in

Três irmãs matam pai com 35 facadas e passado de horror vem à tona

Uma história de tristeza e horror foi repercutida pelo site Ideal Notícia nessa terça-feira e está chocando muitas pessoas. Nesta terça-feira, 31 de julho, um caso criminoso acabou repercutindo em todo o mundo. Três irmãs, de 17, 18 e 19 anos, juntas mataram o próprio pai.

Publicidade

Elas cometeram o assassinato usando gás de pimenta e com 35 golpes de faca e outros 10 de martelo. O crime aconteceu na Rússia, mas o motivo agora é apurado pela polícia, já que os depoimentos das jovens demonstram um passado de maus-tratos.

Irmãs se unem e matam pai na Rússia, após anos de maus tratos

Kristina, Angelina e Maria são as jovens que agora aguardam seu julgamento por assassinato. Elas podem pegar até 15 anos de prisão. O caso, é claro, está sendo tratado em demasia pela imprensa russa. As jovens, ao serem presas, disseram que o pai, identificado como Mikhail Khachaturian, teria cometido anos de maus tratos contra ela.

Publicidade

Homem morto era criminoso e odiado por vizinhos

O corpo de Mikhail Khachaturian foi encontrado por agentes da polícia. As irmãs não negaram o crime e foram claras ao dizerem  ‘Nós o adiávamos’, durante o momento da prisão. Ainda não há uma previsão para que o julgamento aconteça.

Publicidade

As irmãs teriam planejado matar o pai, assim que ele se distraísse. Mikhail Khachaturian chegou a esfaquear uma das jovens, enquanto elas tentavam matá-lo, mas as três juntas foram mais fortes que ele. A mãe das jovens havia fugido de casa, após ser agredida pelo russo.

Publicidade

Ainda segundo a imprensa russa, o homem morto era temido pelo bairro. Vizinhos disseram que era comum ouvir gritos da vítima com suas filhas. Mikhail Khachaturian também estaria relacionado à uma série de crimes, segundo considerado, inclusive, um mafioso.

Publicidade
Publicidade
Publicidade