in

‘Até que ele seja solto’: grupo de militantes inicia GREVE DE FOME em favor de Lula

Um grupo de seis pessoas vai iniciar na tarde desta terça-feira, 31, uma greve de fome pela libertação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Publicidade

Os protestos vão ocorrer em Brasília, na frente da sede do Supremo Tribunal Federal (STF), e abrem uma série de atos que reivindicam a candidatura do petista, preso em Curitiba desde 7 de abril.

Fazem parte da greve de fome integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), do Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA) e da Central dos Movimentos Populares (CMP).

Publicidade

De acordo com Luiz Gonzaga (Gegê), líder da CMP, a ideia é tentar permanecer o máximo de tempo possível na sede do STF. "Quem vai pôr fim à greve são eles (os ministros do STF). A responsabilidade é deles", afirmou à reportagem. Ele comentou que os atos do grupo vão ocorrer diariamente no local.

Publicidade

Gosta de música? Ouça clássicos das décadas de 70, 80 e 90 agora mesmo | CLIQUE AQUI

Publicidade

Os grevistas almoçaram com um grupo de apoio em um espaço mantido pelos movimentos em Brasília. De acordo com Gegê, esta foi a última refeição deles até que o STF determine a libertação de Lula. Foi servido costela com mandioca, arroz, feijão e melancia de sobremesa.

Publicidade

Mais sobre Lula

O TSE acaba de sinalizar que deverá impedir o uso da imagem de Lula como candidato petista na propaganda de TV que começará dentro de alguns dias. O PT será o segundo partido com maior tempo disponível na propaganda eleitoral, atrás de Geraldo Alckmin.

Fonte: O Tempo

Publicidade