in

São Paulo mostra características de que pode ser campeão do Brasileirão

O comandante do tricolor, Diego Aguirre, ao chegar no clube foi incumbido da missão de fazer o time ter identidade, algo que foi imposto pelo diretor executivo do clube, Raí.

Publicidade

Após a parada para a Copa do Mundo, na qual o Brasil foi eliminado pela Bélgica, ficou óbvio que esse feito já foi alcançado pelo técnico. O time passou bem por uma sequência de duras partidas que teve o Corinthians, no Morumbi, e Flamengo, Cruzeiro e Grêmio, fora de casa – confrontos que foram definidos como fundamentais para o São Paulo chegar a conclusão de que poderia mesmo lutar pelo título.   

Dos jogos citados acima, o tricolor só foi vencido pelo Grêmio, perdendo de virada em um jogo em que o primeiro tempo foi aquém do que poderia. No entanto, conseguiu bater o líder do campeonato Flamengo, em um Maracanã repleto de torcedores rivais.

Publicidade

Mas a vitória mais expressiva para o técnico uruguaio foi contra o Cruzeiro, o qual venceu por 2 a 0, no Mineirão, no último domingo, em partida que nem desfalques atrapalharam. No confronto, o São Paulo jogou com muitos desfalques no setor defensivo.

Publicidade

O time, que já não podia contar com os atletas machucados Rodrigo Caio e Juscilei (volante) ainda perdeu Hudson, que também é volante e foi suspenso. Militão (lateral-direito) e Arboleda (zagueiro), também não atuaram por terem tomado o terceiro cartão amarelo 

Publicidade

Vale lembrar que o São Paulo atualmente está na segunda posição com 32 pontos, com nove vitória, cinco empate e duas derrotas. O tricolor realizou 16 partidas. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade