in

Caso de gêmeos, de 1 ano, que caíram em piscina particular tem fim trágico

Apesar de não possuir licença para funcionar, uma creche no condado de Knoxville, nos Estados Unidos, operava normalmente e acabou tendo um grave acidente. Um casal de gêmeos, Elijah e Elyssa Orejuela, foi a óbito após se afogarem na piscina Om Baby, na sexta-feira (20). 

Publicidade

O caso, que obviamente causou grande comoção, gerou ainda mais revolta dos moradores locais por causa que a creche já tinha um histórico ruim e repleto de problemas antes dos gêmeos sofrerem o acidente, segundo a revista americana People.

De acordo com informações, dois meses antes do fatídico dia, a justiça havia emitido uma liminar visando o encerramento das atividades da creche, que não tinha licença.

Publicidade

No momento do acidente, as crianças chegaram a ser socorridas a um hospital, porém não resistiram. A Elijah morreu no mesmo dia e sua irmã após 48 horas. No dia 2 de agosto eles completariam dois anos. 

Publicidade

Amelia Wieand, mãe dos bebês, fez um desabafo sobre a tragédia ocorrida com os filhos em entrevista ao site Knowville News Sentinel. Sua declaração ocorreu momentos após o falecimento de Elijah.

Publicidade

Confira abaixo o emocionante desabafo de Amelia: 

Após muito sofrimento, Elijah partiu para ficar com sua irmã Elyssa. Eles se formaram juntos no meu útero e vieram juntos ao mundo. Os dois eram muito fortes. Ela era a metade dele, eram como almas gêmeas. Eles estavam sempre juntos, até na morte estiveram juntos”, disse a mãe.

Três reclamações contra a creche

O site People também informou que a polícia segue com as investigações do caso e mais três denúncias contra a creche e a proprietária Jennifer Salley, que foram feitas em março e maio deste ano, estão sendo apuradas.

Publicidade