in

Pais trancam filha por 15 anos e o que aconteceu com ela está chocando o mundo

Uma notícia que aconteceu no Japão extrapolou os limites do país e tomou conta dos noticiários de todo o mundo, por tamanha crueldade com que uma pessoa foi tratada durante longos anos.

Publicidade

Airi Kakimoto viveu um dos piores pesadelos que uma pessoa poderia passar em vida. Ela ficou trancada em casa por 15 anos, passando frio, fome e completamente abandonada. Sua morte foi noticiada aos 33 anos de idade. Certamente ela teve as piores sensações possíveis em um pequeno quarto na cidade de Neyagawa, provícina de Osaka, a oeste do Japão.

O corpo dela foi encontrado congelado em um pequeno quarto, praticamente hermético, com apenas três metros quadrados de tamanho e sem calefação. O pai admitiu em depoimento que ela está trancada lá desde a sua adolescência, pois, segundo ele, a sua filha tinha uma doença mental que a deixava violenta. O pai, Yasutaka Kakimoto, de 55 anos, e a mãe, Yukari Kakimoto, de 53 anos, alimentavam a filha apenas uma vez por dia e seu corpo estava tomado por feridas. Os dois estão presos.

Publicidade

O que tem chocado mundo a fora é tamanha crueldade que a mulher foi tratada por quase metade de sua vida, ainda mais depois do resultado final da autópsia, que comprovou que Kakimoto morreu de frio. Foi constatado também o estado extremo de desnutrição, ela tinha 1.45 metro e pesava 19 quilos. Os serviços sociais da região acham que os pais deixaram de alimentá-la nos dias que antecederam a sua morte.

Publicidade

O quarto onde ela foi encontrada sem vida foi construído por seu pai, tinha uma privada improvisada e apenas um cano de água conectada a um tanque para que ela pudesse beber.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade