in

Caso da escola que prendia cabelo de filha de atriz por ser Black Power volta a repercutir

Um caso de constrangimento que ocorreu em abril deste ano com a cantora Bia Moraes e sua filha, Valentina, voltou a ser bastante comentado entre os internautas. A artista, que fez um post no Facebook sobre um ocorrido com sua filha de 4 anos, acabou viralizando na época e voltou a repercutir, sendo um dos assuntos mais comentados nas redes socias.

Publicidade

Em sua postagem, Bia disse que, mais uma vez, havia acontecido algo bem chato com a sua filha, que tinha ido para escola, como de costume, com o cabelo solto, e retornou com ele preso. Segundo a cantora, ela perguntou para a criança o porquê da professora sempre prender seu cabelo na escolinha, mas a menina não soube responder e apenas disse que a profissional da educação pegou uma 'xuxinha' emprestada da colega e usou para prender o cabelo dela.

Publicidade

Nesse momento, ela tomou a decisão de pedir para a escola não prender mais o cabelo de sua filha. Na postagem, Bia também disse que muitos iriam dizer que isso era "mimimi" e explicou o fato de ter tomado essa decisão.

Publicidade

Segundo ela, outras escolas também fizeram isso, e que de "três escolas que a Valentina já estudou, isso aconteceu em duas "sendo que em uma delas ela ainda não tinha cabelo".

Publicidade

Bia ainda disse que, em uma das escolinhas, sua filha teria sofrido preconceito de uma das amiguinhas, que disse que seu cabelo era bagunçado e que ela deveria pedir para sua mamãe penteá-lo. 

Em desabafo, a atriz ainda fez uma observação, dizendo que não vê professoras e tias que se preocupam em prender cabelos lisos, porque isso não as incomodam, mas o tipo de cabelo de sua filha, sim.

Publicidade
Publicidade
Publicidade