in

Bíblia Sagrada: curiosidades sobre o livro mais vendido do mundo

A Bíblia Sagrada é um conjunto de livros que possui mais ou menos 40 pessoas como autores, entre eles, profetas e apóstolos inspirados pelo Epírito Santo. Segundo dados históricos, foi escrita em um período estimado de 1500 anos. A primeira versão impressa desse famoso livro foi feita por Johannes Gutenberg, em 1456, na Alemanha.

Publicidade

O menor versículo está localizado no livro do Êxodo 20:13 (“Não matarás”) e o maior está no livro de Ester 8:9 (“Então foram chamados os escrivães do rei, naquele mesmo tempo, no terceiro mês (que é o mês de Sivã), aos vinte e três dias; e se escreveu conforme a tudo quanto ordenou Mardoqueu aos judeus, como também aos sátrapas, e aos governadores, e aos líderes das províncias, que se estendem da Úndia até Etiópia, cento e vinte e sete províncias, a cada província segundo o seu modo de escrever, e a cada povo conforme a sua língua; como também aos judeus segundo o seu modo de escrever, e conforme a sua língua”).

Já o maior dos capítulos é o salmo 119 e o menor é o salmo 117. Outro ponto curioso é que apenas um trecho tem a autoria divina: a famosa descrição dos Dez Mandamentos foi escrita primeramente por Deus, em duas tábuas de pedra. 

Publicidade

A palavra "Jeová", que vem do latim e significa Senhor, aparece cerca de 45 mil vezes. O senhor Jesus é chamado de "Salvador" 16 vezes, de "Mestre" por 64 vezes e de "Senhor", 650 vezes. A última oração a ser mencionada na Bíblia está no Novo Testamento, no livro do Apocalipse, capítulo 22 verso 20 e diz: “Vem, Senhor Jesus”.

Publicidade

O dízimo (décima parte dos ganhos) aparece nove vezes no Novo Testamento, como sendo consagrado a Deus. O porco é mencionado nesse livro por seis vezes e por 13 vezes no Velho Testamento – e em todos os textos em que aparece é taxado como animal imundo e impróprio para o consumo.

Publicidade

Existem três ordenanças escritas e observadas como cerimoniais obrigatórios aos que seguem a Cristo, são eles: o Batismo, A Ceia do Senhor e o Lava Pés. A Bíblia declara por 2008 vezes que Deus é seu autor, sendo assim seus escritores foram divinamente inspirados.

Publicidade
Publicidade
Publicidade