in

Grêmio se arma para renovar com Kannemann depois de oferta apresentada pelo Cagliari

O Grêmio está com medo de perder o seu zagueiro Kannemann. Depois de ter sofrido assédio por parte do Cagliari, o tricolor fez mais do que ficar apenas olhando. Os dirigentes do clube chamaram o jogador para renovar contrato, e falar também sobre um bom aumento em seu salário.

Publicidade

Tudo isso é para afastar de vez o assédio do clube italiano, que vinha tentando a todo custo conseguir o passe do jogador. O contrato com o zagueiro foi renovado até dezembro de 2020.

A ideia agora é valorizar cada vez mais o jogador, que sofreu assédio não só do clube italiano, mas também dos russos, turcos e espanhóis. Atualmente, o jogador não aparece na lista dos maiores salários do clube, mas isso será mudado com o novo acordo. O clube gaúcho detém 90% dos direitos sobre o zagueiro, o que foi determinante para recusar o valor de 3 milhões de euros, oferecidos pelo Cagliari, cerca de R$ 13 milhões de reais.

Publicidade

Um dos fatores que está facilitando a negociação, é a presença do empresário do jogador em Porto Alegre. Martin Wainbuch e os dirigentes do clube vem negociando ainda, as possibilidades de extensão do contrato, o que incluí o tempo do vínculo.

Publicidade

O empresário de Kannemann só ficou sabendo do interesse, e da oferta feita pelo Cagliari, pelos próprios dirigentes do clube, que inclusive foram os responsáveis por avisar ao clube italiano, que não tinham interesse em levar a negociação adiante.

Publicidade

O Cagliari no entanto, não desistiu de investir no passe do jogador e planeja apresentar uma nova proposta, já nos próximos dias. No Grêmio desde 2016, Kannemann passou por San Lorenzo e Atlas-MEX.

Publicidade
Publicidade