in

São Paulo perderá muito com a saída de Militão

O jogador Éder foi vendido para o Porto de Portugal, a contratação de 7 milhões de euros foi bem avaliada pelo clube paulista, que ainda garantiu um acordo benéfico para o time.

Publicidade

Graças ao acordo feito com o clube português, o São Paulo ainda vai poder contar com a atuação do jogador em seus próximos duelos. O craque provavelmente já será usado no próximo confronto do clube, que acontece contra o Grêmio nesta quinta-feira (26), em Porto Alegre.

O problema, é que o jogador está pendurado desde a última partida contra o Flamengo, e poderá ficar de fora de uma das rodadas do Brasileirão. De qualquer forma, o técnico Diego Aguirre terá pela frente o desafio de armar o time, sem contar com o craque no elenco. Embora já tenha revelado que age com naturalidade, quando se trata da venda de algum jogador, Diego terá que encarar as implicações que a saída de Militão vai causar ao time.

Publicidade

As mudanças vão implicar tanto na parte defensiva, quanto na ofensiva. Militão começou como volante nos tempos da base, e se profissionalizou como lateral direito, quando foi transferido para o time profissional. O jogador ganhou sua oportunidade em 2017, graças aos olhares atentos de Rogério Ceni.

Publicidade

Mas foi nas mãos de Dorival Júnior que o craque se consolidou na posição, que aconteceu depois de  Bruno Buffarini, ficar com um desempenho baixo durante a temporada.

Publicidade

Até o momento, pelo time profissional do tricolor, Militão conta com 54 jogos, 25 vitórias, 14 empates e 15 derrotas. Durante todos os confrontos o ex-São Paulo fez duas assistências e 4 gols.

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade