in

Tragédia: cantor gospel é assassinado cruelmente e tem corpo carbonizado

Uma notícia triste deixou o mundo gospel abalado na última segunda-feira (23). A morte trágica de um cantor gospel deixou os evangélicos chocados. O cantor que tinha apenas 39 anos perdeu a vida de uma forma terrível.

Publicidade

Além de cantor gospel o homem também tinha outra profissão. Ele era policial militar e foi essa a provável motivação do crime. O corpo de Samuel Ribeiro, foi localizado no interior do veículo, na estrada da Comperj, cidade de São Gonçalo, região metropolitana do estado do Rio de Janeiro.

Samuel foi abordado por bandidos e depois de reconhecerem que era policial, o levaram para o Complexo do Salgueiro, local onde aconteceu a execução. O rapaz estava sendo procurado desde a noite do último domingo (22). Ele havia deixado sua mulher em casa e depois saiu para abastecer o veículo.

Publicidade

De acordo com informações dos parentes da vítima, o fato poderia ter sido evitado. Eles disseram que a mulher chegou a acionar o 190, porém eles falaram que não entrariam na localidade pois já estava escuro. O irmão do cantor acusou a polícia de omissão. ‘O supervisor era pra ter entrado e tirado meu irmão de lá. Ele foi omisso e negligente’, falou o irmão da vítima.

Publicidade

A polícia do 7º BPM – Batalhão da Polícia Militar de Alcântara foi acionada para a estrada da Camperj na manhã do dia 23. Quando os agentes chegaram ao local, encontraram um veículo carbonizado e um corpo no porta-malas.

Publicidade

A vítima era conhecida como levita Samuel Ribeiro. Ele tinha uma banda gospel que sempre fazia apresentações em eventos religiosos e igrejas no Rio de Janeiro. Além de cantar, Samuel era cabo da PM. Samuel havia se casado há pouco mais de um ano e ainda não tinha filhos. Familiares e amigos lamentaram profundamente a perda tão precoce do cantor.

Publicidade
Publicidade