in

Um pastor verificou se a noiva do obreiro era virgem durante o casamento?

De tempos em tempos as pessoas deparam com notícias ‘estranhas’ circulando pelas redes sociais. Muitas vezes são tão bizarras que a veracidade dos fatos deve ser questionada para saber se tudo não passa de Fake News. As vezes a informação passada parece tão real e contundente que a maioria acredita e, pior ainda, repassa para os outros.

Publicidade

Esse é o caso de várias notícias que são compartilhadas na Internet. Muitas vezes tomam uma proporção enorme e desmentir o fato em questão se torna muito mais difícil. Um exemplo disso foi um áudio que circulou pelo aplicativo de mensagens instantâneas, WhatsApp. O áudio em questão afirmava que a cebola cortada não poderia ser usada, porque se torna um veneno. No entanto, especialistas desmentiram a informação, pois tudo não passava de um boato.

Tem circulado pela Internet uma notícia que faz uma afirmação um tanto inusitada: um pastor estaria conferindo se a noiva do obreiro realmente era virgem. A foto de uma mulher vestida de noiva e um homem debaixo do vestido gerou a notícia. A informação vem sendo compartilhada nas redes socias. Mas, afinal, é fato ou boato?

Publicidade

A suposta ‘inspeção’ teria acontecido durante a cerimônia. A imagem alcançou milhares de compartilhamentos e muitos comentários de pessoas revoltadas com a informação. No entanto, não existe nenhuma informação de quando e muito menos onde o fato teria acontecido. A notícia não traz nenhum dado relevante, simplesmente afirma que um pastor conferiu se a noiva de um obreiro era virgem. Não havia nenhum nome e nem datas do fato.

Publicidade

Confira as imagens compartilhadas:

Publicidade

Na verdade, tudo não passa de Fake News, ou seja, a informação é totalmente falsa. As imagem atribuídas à informação tratam-se de uma cerimônia de casamento ocorrida na Nigéria.

Nesse país, a população tem uma tradição que acontece nas cerimônias de casamento. O noivo arranca a cinta liga da noiva com os dentes. O ato simboliza o ‘defloramento’ e, depois, eles recortam a cinta e vendem para os convidados. Um gesto semelhante aos que os brasileiros fazem com a gravata do noivo nos casamentos.

Isso quer dizer que a notícia de ‘um pastor verificou se a noiva do obreiro era virgem durante o casamento’ é, na verdade, mais uma mentira que circula pela Internet.

Publicidade
Publicidade