in

Jovem é cruelmente assassinado ao separar briga de casal

Já diz o velho e conhecido ditado: “em briga de marido e mulher não se mete a colher”, desentendimento entre casais é uma situação corriqueira que infelizmente se vê muito por aí, principalmente casos mais graves nos quais há violência física.

Publicidade

Ao se deparar em um tipo de situação como essa, qualquer pessoa fica penalizada pela situação e toma as dores da vítima que está sendo agredida. E como a maioria das pessoas fazem, o comum é tentar separar a confusão e apaziguar a situação, mas isso nem sempre termina bem e uma tragédia aconteceu.

Foi o que aconteceu com um jovem que viu um casal brigando e para defender a vítima, no caso a mulher, ele acabou sendo cruelmente assassinado pelo agressor no estado de Santa Catarina, na região sul do país. O jovem estava com sua avó em uma festa junina poucos momentos antes da tragédia. 

Publicidade

Alisson Tereza Batista, de 21 anos, estava com os amigos quando viu uma mulher pedindo socorro, ela estava sendo agredida pelo marido que se chama Jeferson Tonim Magalhães dos Santos, de 19 anos. Ao tentar acalmar a situação e defendê-la, os dois começaram a discutir no meio da rua. Foi quando o agressor, segundo testemunhas, foi para dentro de casa, pegou uma faca e esfaqueou o jovem na frente de todos.

Publicidade

O casal está foragido desde o momento da tragédia. Segundo o delegado que está cuidando do caso, Dirceu Silveira Júnior, as testemunhas serão ouvidas como parte da investigação, bem como a procura da mulher e também decretar a prisão preventiva do agressor. O rapaz já responde por outro crime, a suspeita de asfixiar uma antiga namorada.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade