in

Bissoli vendido? São Paulo luta para manter craque no time

A categoria de base do São Paulo definitivamente vive um momento difícil, o clube que já havia perdido vários jogadores está em vias de perder mais uma de suas grandes promessas.

Publicidade

Isso não seria um problema se o clube estivesse tendo algum lucro, mas o São Paulo não está recebendo nada. Depois da recentes saídas de João Schmidt, volante do time da categoria de base,e do zagueiro/lateral Éder Militão, agora chegou a vez de Bissoli ser o próximo a dar tchau para o clube do coração. O interesse no passe do jogador já era de se esperar visto que ele sozinho conseguiu fazer 65 gols nas categorias sub-15,17 e 20.

Outro problema é que Bissoli tinha acabado de ganhar uma promoção no começo do ano para integrar o time profissional do clube no qual o jogador tem um vínculo até 2019, mas isso não é nada confortável para o time, pois como informa o regulamento da CBF, daqui há 12 dias, ele estará liberado para assinar um pré-contrato com qualquer equipe.

Publicidade

Esse medo todo é por que logo ali ao lado Militão, que também tinha contrato até 11 de janeiro, acabou fazendo um pré acordo, para tentar mantê-lo no tricolor. O clube até fez duas propostas que foram recusadas, como castigo o time o rebaixou para o CT de Cotia. Bissoli também viverá uma espécie de castigo antecipado.

Publicidade

O jogador já foi avisado que vai treinar para categoria sub-23, mas não será aproveitado. Esse aliás vem sendo um procedimento constante do São Paulo que também fez a mesma coisa com Cipriano quando assinou com os ucranianos.

Publicidade

Por enquanto, Bissoli continua no São Paulo, mas pode estar de mudança para o Napoli no começo do ano que vem graças a ajuda de Careca, ex- são paulino que está ajudando o time internacional a monitorar o jogador.

Publicidade
Publicidade