in

Palmeirenses se revoltam com declaração de Andrés Sanchez

O Corinthians está feliz da vida com a vitória garantida contra o Botafogo nesta quarta-feira (18), em que acabou vencendo o rival por 2×0.

Publicidade

A partida árdua e difícil foi importante para mostrar que o time está mais preparado para enfrentar o São Paulo no jogo de sábado, mas enquanto esse dia não chega o clube segue pensando no presente e o presidente segue atirando para todos os lados.

O ditado já dizia que quem tem boca fala o que quer e foi exatamente o que o atual presidente do clube do Corinthians, Andrés Sanchez fez, durante uma coletiva polêmica dada após a vitória de seu time em cima do Botafogo o presidente alfinetou o Palmeiras e acabou provocando a maior confusão.

Publicidade

Tudo começou quando o presidente foi questionado sobre o assédio que os jogadores paulistanos vem sofrendo de clubes internacionais, como resposta Andrés citou o clube rival de forma irônica 'Tenho que conviver com isso, a janela está aberta, o dólar está a 4 reais. Se um clube vier, fechar com o jogador e o jogador quiser ir, não tem jeito. Vocês vão ver o que vai acontecer lá do outro lado segurando jogador'.

Publicidade

Essa resposta foi referente ao fato do Palmeiras ter segurado Dudu no time e recusar a proposta feita por um clube chinês de 15 milhões de euros, o que daria em torno de R$ 67 milhões de reais pelo passe do jogador alviverde.

Publicidade

A recusa teria causado certo desconforto nos bastidores do Palmeiras por conta de não ter aceitado realizar a venda do jogador. Depois dessa alfinetada o técnico teve que lhe dar com a revolta dos palmeirenses.

 

Publicidade