in

Em tom de desabafo, Dias Toffoli deixa ‘aviso’ para Zanin, advogado de Lula

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, concedeu algumas informações que podem ser uma indireta ao advogado do ex-presidente Lula, Cristiano Zanin. O ministro da Corte não vai pautar o assunto sobre a prisão após a condenação em segunda instância, ao assumir o comando do STF. O Partido dos Trabalhadores recebeu a notícia com grande surpresa.

Publicidade

Toffoli deixou certo que quando estiver à frente do Supremo, no lugar de Cármen Lúcia, não vai adiantar a defesa do líder do PT entrar com habeas corpus em favor do ex-presidente, pois segundo ele, o tribunal não vai conceder nenhuma liminar. O aviso foi direto para o advogado Zanin, que aguarda ansiosamente a entrada do ministro como presidente da Corte para agilizar a situação do seu cliente.

O que Toffoli está tetando mostrar é que ele quer a paz no momento de assumir o cargo. Se ele favorecer Lula, já num primeiro ato, ele pode ser criticado mais pesadamente e isso se tornar um obstáculo para ele manter ordem na Casa.

Publicidade

Rejeição a Zanin

Um outro ponto destacado pelo blog Jornal da Cidade Online, é que Cristiano Zanin não tem conquistado os ministros da Corte. O seu jeito arrogante de tratar as pessoas e as confusões dele com o ex-ministro do Supremo e que faz parte da defesa de Lula, Sepúlveda Pertence, estão sendo a gota d'água para o STF acabar negando, de imediato, algumas possibilidades para Lula. Zanin tem conseguido ser antipático e virou alvo de críticas dentro dos bastidores do STF.

Publicidade

Há quem diga que Toffoli é muito ligado ao ex-ministro José Dirceu, quem ele salvou com uma decisão na Segunda Turma da Corte. Porém, ele já não teria tanta afinidade com o ex-presidente Lula.

Publicidade

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade