in

Milagre: bebê de dois meses cai de uma altura de 4 metros e sobrevive graças a planta

Um bebê de apenas dois meses de idade escapou da morte por um milagre. Ele caiu do segundo da casa onde mora no bairro Flor de Piranema, em Cariacica, região metropolitana de Vitória, no Espírito Santo. O caso aconteceu na noite desta segunda-feira (16).

Publicidade

De acordo com informações da Polícia Civil, o menino caiu no quintal da residência da vizinha, a uma altura de aproximadamente quatro metros. A queda foi amortecida por uma planta, que salvou a vida do menino. O bebê deslizou pela árvore e caiu no chão, sem quebrar nenhuma parte do corpo sem nenhum arranhão.

O bebê se chama Murilo e estava nos braços da prima de 9 anos. Minutos antes, ele estava no berço dormindo, mas acordou chorando, então a prima pegou o bebê no intuito de acalmá-lo. Ela subiu na cama da família e foi quando ele teria dado um impulso forte no colo da menina foi quando ela se desequilibrou e o deixou cair.

Publicidade

Um caso que poderia ter acabado em tragédia, mas felizmente uma planta impediu que o pior acontecesse.

Publicidade

"Eu tinha acabado de tomar banho e aí eu acendi à luz na cara dele e ele começou a chorar. Aí eu o peguei no colo e comecei a balançar ele. Depois ele se jogou para frente e como eu estava na frente da janela, ele caiu. Eu até tentei segurar, mas não consegui", disse a prima.

Publicidade

A avó começou a procurar pelo bebê e chegou a ir até o berço, mas não o encontrou. "Eu comecei a escutar um chorinho pela janela e desci correndo. Dei a volta na casa entrei no quintal da vizinha, fui direto onde ele estava e o peguei no colo", disse….

Após ser socorrido, Murilo foi levado ao hospital onde passou por exames. A mãe da criança, Larissa Santos, de 19 anos, contou que ficou em choque ao saber do acontecido.

"Quando minhas sobrinhas me contaram eu achei que era brincadeira, mas quando vi, fiquei em choque. Eu achei que ia ficar sem o meu filho, eu fiquei sem reação, tanto que não consegui vir com ele ao hospital, eu vim depois. Agora ele já está sorrindo, eu já dei banho, ele está bem, não tem nenhum arranhão", relatou.

Larissa estava no primeiro andar no momento da queda. Ela foi levada à delegacia e assinou um termo circunstanciado para deixar o local.

Publicidade
Publicidade
Publicidade