in

Garoto de rua chora desesperadamente ao ver quem está dirigindo o carro

Ainda há alguns países no mundo onde as pessoas passam por algumas dificuldades que ninguém deveria passar, como a fome, educação ruim e péssimas condições de saúde. Um desses países é o Quênia, que fica na África Oriental e tem o pior Índice de Desenvolvimento Humano em todo o planeta.

Publicidade

Por isso, há muitas pessoas que vivem na rua levando uma vida muito difícil, precisando pedir esmolas para conseguir ter o que comer. Um desses casos é o do garotinho John Thou que pedia dinheiro para carros em faróis nas ruas do país em 2016.

Ele vive em Nirobi, capital do Quênia, sendo apenas um de milhares de outros garotos e garotas que não tem onde morar e nem família para lhe apoiarem. Ele precisou fugir de sua casa depois que ele perdeu a sua mãe e ser agredido por um pai violento. As outras pessoas que podiam cuidar dele era sua avó que já tinha outros seis netos e seu tio e que era tão abusivo quanto seu pai.

Publicidade

Mesmo tendo o rótulo de ladrão como as outras crianças, o garotinho mostrou ter sentimentos. Ele se aproximou de um carro, viu uma senhora lá dentro e começou a chorar. Tudo porque ela usava uma máquina de oxigênio para poder sobreviver, ele segurou a mão dela e começou a chorar desesperadamente.

Publicidade

Publicidade

Gladys Kamande contou a sua história, que usava essa máquina há mais de dois anos, já sofreu abortos e após ser abusada por seu marido, ela precisou usar o auxílio do oxigênio para sobreviver. Ele começou a chorar tanto que alguns presentes precisaram acalmar o garoto. Rapidamente sua história se espalhou pelo mundo e até o prefeito da cidade tomou conhecimento do caso.

A ativista social Ndungu Nyoro que ficou sabendo de tudo contou que o garoto além de consolar a mulher, deu a ela todo o seu dinheiro. Ele foi acolhido pela ativista em uma instituição que cuida de crianças carentes e a sua história está servindo de exemplo para o mundo.

Publicidade
Publicidade
Publicidade