in

Novela da Record terá personagens que nunca existiram na Bíblia e autora dispara: “O que não tem a gente inventa”

Para fazer a história de Jesus acontecer na próxima trama da Record TV, que estreia no próximo dia 24 de julho, às 20h45, a autora concedeu uma entrevista e revelou que criou personagens que na realidade nunca existiram no contexto bíblico.

Publicidade

A autora da trama justificou o motivo de ter criado personagens que não existem na história bíblica dizendo que "não tinha como colocar os personagens que na maioria são todos homens sem saber que eles também eram humanos, tinham famílias, problemas".

Paula ainda contou que foi muito difícil fazer toda essa inserção de personagens, pois na Bíblia sagrada tem muito, mas não conseguiu deixá-los dentro do contexto sem criar outros, por isso teve que dar vida aos vários personagens que vão existir sem terem existidos.

Publicidade

A autora falou sobre alguns personagens, como por exemplo Judas Tadeu, um dos mais famosos traidores da história, mas que nunca se soube nada sobre ele, então foi preciso criar. Simão Zelote, que também não tem nada, foi colocado como irmão de Barrabás. Sobre a confusão que fará na cabeça das pessoas a autora foi direta.

Publicidade

"O pessoal vai achar que está na Bíblia, mas não está, mas também não significa que não tenha acontecido" e completou dizendo "O respeito à Bíblia é total, agora, o que não tem lá agente inventa". Sobre colocar humor em suas tramas, a autora desmente e diz que procura sempre colocar leveza para contar as histórias de seus personagens para dar um respiro.

Publicidade

Para finalizar, a autora disse que ficar chorando o tempo todo cansa, por isso é importante que se tenha essa leveza para dar uma levantada na trama. A trama tem previsão de 150 capítulos e a autora já entregou 50, mas caso se torne sucesso, poderá esticar ainda mais assim como Os Dez Mandamentos.

Publicidade
Publicidade
Publicidade