in

Por ter perna amputada, Roberto Carlos foi chamado de aleijado, revela o filho do rei

Dificilmente um brasileiro não cantarolou alguma música de Roberto Carlos, intitulado o rei da música brasileira, um ídolo que tem milhões e milhões de fãs. Roberto Carlos Braga nasceu na cidade de Cachoeiro de Itapemirim, localizada no Espírito Santo, no dia 19 de abril de 1941. O cantor e compositor revolucionou o cenário da música nacional.

Publicidade

Embora tivesse iniciado a carreira sob influência do samba-canção e da bossa nova, no início da década de 1960, Roberto mudou seu repertório para o rock. Ao lado do amigo Erasmo Carlos, eles criaram belas canções do novo gênero musical. Eles foram uns dos fundadores da base para o primeiro movimento de rock feito no Brasil.

Perna amputada

Quando era criança aos 6 anos de idade, Roberto Carlos teve uma perna amputada quando foi atropelado por um trem. Em entrevista concedida pelo filho do cantor, Dudu Braga ao programa Morning Show, da Jovem Pan, ele citou a dificuldade do pai em falar sobre o grave acidente que mudou sua vida para sempre.

Publicidade

Já Dudu tem mais facilidade de falar sobre a perda da visão da qual foi acometido, aos 49 anos, Roberto Carlos Braga II, o Segundinho, é publicitário de formação, cantor, empresário e ex-surfista, o filho da primeira mulher de Roberto Carlos, ficou conhecido também como palestrante para deficientes visuais no Brasil.

Publicidade

Durante a entrevista, ele revelou que, embora tenha uma perspectiva de vida diferente da seu pai, ele acredita que Roberto Carlos sempre foi um homem de muita coragem, pois passou por muitas dificuldades na vida e conseguiu chegar ao topo com seu esforço; e tudo que tem é fruto de bastante trabalho.

Publicidade

Em relação ao silêncio do pai sobre a amputação da perna, Dudu fez a seguinte revelação, “antigamente não existia o respeito pelo deficiente como existe hoje. Meu pai foi chamado de aleijado. Naquela época, os deficientes físicos não eram respeitados e o preconceito era muito maior do que é hoje em dia.

Talvez seja por esse motivo que o rei nunca tenha se sentido à vontade para tocar neste assunto. Certa vez, em uma entrevista dada ao Fantástico, Roberto Carlos disse que quando chegasse a hora falaria a respeito de sua deficiência física.

Publicidade
Publicidade