in

Boulos pede a prisão de Jair Bolsonaro, motivo surpreende

O deputado federal Jair Messias Bolsonaro é um dos pré-candidatos à presidência da República, com isso muitos dos seus apoiadores vem fazendo atos ao seu favor, porém os seus opositores vem encontrando motivos para que o mesmo se torne inelegível, e isso acaba acontecendo com todos os candidatos, inclusive os da oposição.

Publicidade

Um dos pré-candidatos à presidência é o Guilherme Boulos, que é fundador do movimento MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto), e ele declarou recentemente que irá disputar o cargo mais alto do poder executivo, além de ser um franco apoiador do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva, e apoiar o fato de que ele é um inocente absoluto de tudo que é acusado.

No entanto, o pré-candidato Boulos deu uma afirmação e pediu a prisão do deputado Jair Bolsonaro, afirmando que é ele quem deveria estar preso, fazendo uma comparação ao quadro atual do ex-presidente Lula, e usou como argumentação o fato de Bolsonaro estar apoiando os policiais militares presos em um movimento dos trabalhadores rurais sem-terra no Eldorado dos Carajás, no Paraná, em abril de 1996.

Publicidade

Boulos afirma que o Bolsonaro está fazendo apologia à violência, já o deputado entende que o movimento é completamente ilegal e que os que estavam por lá estavam invadindo uma propriedade privada, além de serem extremamente violentos.

Publicidade

Bolsonaro usa como argumentação um exemplo do Estados Unidos da América, pois lá o proprietário pode atirar em qualquer um que invadir a sua propriedade sem autorização e não ser indiciado por isso.

Publicidade

No entanto, a briga contra os movimentos do sem-terras já é muito antiga e Boulos é apoiador, além de ser fundador de uma versão do movimento que invade terras na cidade urbana, em construções abandonadas ou prédios que estão sendo inutilizados há muito tempo.

Publicidade
Publicidade