in

Mulher está com filho respirando por aparelhos, sua chefe nega licença e choca internautas

Perder a concentração no trabalho e não conseguir produzir o que se é esperado é normal para quem tem alguém da família muito doente, isso tende a ser ainda pior quando a pessoa adoecida é um filho, o que faz toda a preocupação e atenção se redobrarem para essa situação.

Publicidade

Em um momento como esse é que se ter que haver compaixão e solidariedade com quem está nesse difícil momento da vida, porém há algumas empresas que vêm seus funcionários como máquinas e não como humanos, não pensando em seu sofrimento ou sua angustia. 

Crystal Reynolds Fisher é mãe e funcionária de uma grande empresa que está passando por uma situação semelhante a essa. Ela contou para sua gerente que não podia trabalhar mais, uma vez que ela precisava cuidar de seu filho que está muito doente.

Publicidade

Fisher trabalha em um supermercado da rede PS Food Mart em Michigan, nos Estados Unidos. O seu filho estava internado em uma situação delicada precisando ser ligado a aparelhos para poder sobreviver. Foi então que ela procurou sua gerente para contar o que estava acontecendo, porém a resposta que ela recebeu deixou o mundo todo indignado.

Publicidade

Em uma publicação no Facebook, Fisher disse que sua gerente respondeu que não é assim que eles fazem as coisas nessa empresa, e que ela aceita a sua decisão, pois se ela não pode trabalhar significa que está se demitindo alegando ainda que isso era um drama. Porém sua publicação foi tão compartilhada que a gerente foi demitida dias depois do ocorrido.

Publicidade

Felizmente tudo acabou bem, o filho de Fisher já está respirando sem a ajuda de aparelhos está se recuperando rápido e logo passará a ter uma vida normal.

Publicidade
Publicidade