in

Bolsonaro é acusado de cometer crime revoltante

O deputado federal Jair Messias Bolsonaro tem a intenção de se tornar presidente da República, por conta disso muitas pessoas que são opostas ao seus ideais acabam surgindo e tentando achar erros que podem prejudicá-lo em uma possível candidatura, isso também acontece com as oposições, como Ciro Gomes e Marina Silva.

Publicidade

Por este motivo que todos pré-candidatos à presidência tem que tomar muito cuidado ao fazerem quaisquer declarações, até porque isto pode ser utilizado contra ao seu favor, como vem acontecendo com diversos candidatos.

Crimes podem tirar os candidatos da disputa eleitoral, pois existe a Lei da Ficha Limpa, e esta proíbe que quaisquer pessoas com a ficha criminal suja não consigam se candidatar à cargos eleitorais, por este motivo que o ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva, por exemplo, tem 'status de inelegível' e dificilmente, a não ser que consiga recorrer, deve disputar as eleições presidenciais de 2018.

Publicidade

Já o Bolsonaro está sendo acusado de cometer um crime muito grave, o de racismo, pois o mesmo de um discurso sobre os índios quilombolas, que mora em uma parte do país que Bolsonaro acredita que deve ser explorada para melhorar a situação econômica do país.

Publicidade

No discurso, Bolsonaro afirmou que existiam quilombolas que não faziam nada, e muitos entenderam seu discurso de maneira ofensiva e racista, já que de certa forma ele teria ofendido aos índios.

Publicidade

No entanto, agora Jair Bolsonaro foi denunciado e será julgado, o que pode comprometer a sua situação eleitoral, entretanto, como já está bem próximo das eleições, é provável que não afete a sua campanha presidencial e ele foque somente em se propagar no cenário eleitoral, fazendo campanha pelo Brasil todo e tentando ser o mais novo presidente da República, o que é o desejo de muitos brasileiros.

Publicidade
Publicidade
Publicidade