in

Idosa de 91 anos morre e depois de 11 horas na geladeira acorda dizendo: ‘quero chá quente e panquecas’

Uma senhora de 91 anos de idade começou a se mexer depois que ficou 11 horas na geladeira do necrotério. Janina Kolkiewicz foi declarada morta pelo médico em uma cidade  da Polônia chamada Ostrow Lubelski.  Ele verificou seu pulso e a declarou morta, assim a família começou a organizar seu enterro. Horas depois ela estava acordada, dizendo que sentia frio. Aproveitou e pediu chá quente e panquecas.

Publicidade

O médico que a examinou afirmou ao BBC News que tinha certeza que ela estava morta. Em entrevista, ele disse que estava chocado, pois ele viu que seu coração havia parado de bater, além da idosa não estar mais respirando.

Alguns religiosos estão comparando o caso com o de Lázaro, na Bíblia Sagrada. Ele ressuscitou, mesmo sendo declarado morto e, por isso, passou a ser uma história inspiradora para quem acredita que um ente querido já morto pode voltar a viver.

Publicidade

De acordo com alguns médicos que fizeram especulações sobre o caso, ela devia ter pulso, porém muito fraco, não sendo possível detectar pelo médico da idosa. Por isso, não é aconselhável se basear em apenas um aspecto para declarar a morte de uma pessoa.

Publicidade

Agora a população está dividida, alguns acreditam que ela realmente ressuscitou, outros acham que ela nem chegou a morrer, ficando apenas adormecida ou em coma, não se sabe. 

Publicidade

O importante é que a família agora vai poder ficar mais um tempo com a idosa e pode enxugar as lágrimas e parar de lamentar pela morte de Janina. E você, o que acha que aconteceu com ela? Ressuscitou ou nem chegou a morrer?

Publicidade