in

Mãe revela segredo: bebê de 5 meses parou de usar fraudas e ama penico

Monika Nowicka e Gavin Sanderson estão impressionados e orgulhosos de sua filha, Emily, que tem apenas cinco meses e já está quase totalmente livre de usar fraldas, utilizando apenas no período noturno, levando em consideração que utiliza com bastante frequência o penico.

Publicidade

Alguns pais são adeptos de usar a higiene natural na educação dos filhos, consistindo em não utilizar fraldas em bebês com o objetivo de incentivar os pais, bem como cuidadores, a observarem os sinais que o bebê mostra quando estiver com vontade de fazer xixi ou cocô. No caso da pequena Emily, as coisas aconteceram ao acaso.

Publicidade

A mamãe Monika visitava o supermercado quando descobriu que um penico estava na promoção. Ela relatou: “"Nós compramos o penico, porque estava barato e sabíamos que ela precisaria no futuro. Mas no dia seguinte decidimos colocar nossa bebê no penico só para fazer uma graça mesmo. Colocamos ela com fralda e tudo, mas ela pareceu tão confortável no penico, que ficamos impressionados”.

Publicidade

No outro dia, Monika resolveu posicionar a menina no penico outra vez, mas sem a fraldinha. Quando colocaram a criança lá, Monika e o companheiro resolveram começar a fazer som de xixi. Segundo a progenitora: “Ela fez xixi na hora! Ficamos impressionados. Agora, minha filha acorda às 6 da manhã e a primeira coisa que quer fazer é usar o penico. É impressionante!”.

Publicidade

Sempre que precisa usar o penico para fazer necessidades físicas, a pequena Emily indica para o penico e começa a chorar. Então, os genitores a colocam dentro do penico e ela faz o que estiver necessitando.Monika declarou: “O segredo é deixar o penico por perto, como qualquer outro brinquedo, então, os bebês ficam intrigados e querem usar. Agora nossa filha só usa as fraldas à noite e acho que em breve até essa fralda ela vai deixar de lado”.

Lembrando que o desfralde apresenta maior tendência em ocorrer por volta de dois anos de vida do bebê, logo a pequena se adiantou no processo uma vez que a maioria das crianças tendem a se despertar após o período indicado por especialistas, mas cada criança tem o desenvolvimento próprio.

 

 

Publicidade
Publicidade