in

Nene sofre assédio de clube árabe, São Paulo se pronuncia

O São Paulo soube há alguns dias do interesse de um clube da Arábia Saudita (de nome não revelado) por Nenê, mas não tem a intenção de negociá-lo e está convicto da sua permanência.

Publicidade

A cúpula do futebol tricolor agiu para contornar o assunto e, nos bastidores, fala em certeza sobre a permanência do atleta. A ideia é valorizar Nenê com um aumento.

As primeiras informações sobre o dinheiro que seria destinado ao São Paulo não empolgaram. Independentemente disso, no entanto, os dirigentes sabem a importância técnica do jogador no time de Diego Aguirre.

Publicidade

Por outro lado, os sauditas sinalizaram a Nenê um salário com números fora da realidade financeira do Brasil. Diante da investida, o Tricolor se movimenta nos bastidores para segurar o meia e considera a questão administrada.

Publicidade

O contrato do jogador de 36 anos é válido até dezembro de 2019. Na última quinta-feira, Nenê foi o porta-voz do São Paulo para anunciar a contratação do lateral-direito Bruno Peres, em vídeo divulgado nas redes sociais do clube. A escolha do meia mostra o tamanho do seu prestígio dentro do Tricolor atualmente.

Publicidade

Apesar de ser um dos principais jogadores do São Paulo em 2018, Nenê não está no primeiro nível salarial do elenco. Por isso, o interesse do futebol árabe poderia representar uma ameaça pelo jogador. Mesmo assim a situação é considerada controlada pelo Tricolor.

Nenê fez dez gols em 29 partidas nesta temporada. O meia tem participação fundamental na campanha do time, terceiro colocado no Campeonato Brasileiro com 23 pontos. O próximo jogo da equipe é contra o Flamengo, no dia 18, no Maracanã, logo após o término da Copa do Mundo na Rússia.

Fonte: Globo Esporte

Publicidade
Publicidade