in

Grêmio e Barcelona chegam a acordo para saída de Arthur

O Grêmio anunciou, nesta sexta-feira (06), a saída imediata de Arthur ao Barcelona. O comunicado oficial confirma a informação antecipada pelo UOL Esporte, de que os clubes haviam se acertado sobre a liberação do volante antes do previsto na opção de compra (https://esporte.uol.com.br/futebol/ultimasnoticias/2018/06/21/gremio-e-barcelona-chegam-a-acordo-e-antecipam-ida-dearthur.htm), assinada em março e que previa adeus somente para janeiro de 2019. Prestes a completar 22 anos, Arthur sequer participa do amistoso contra o Corinthians, domingo, em São Paulo. O jogador inicia viagem já nesta sexta e é aguardado na Espanha no sábado para exames e assinatura de contrato.

Publicidade

"Grêmio e Barcelona estão em tratativas finais. São pequenos detalhes que até amanhã estarão concluídos. Engloba uma forma de pagamento diferente e um valor a mais para o Grêmio. Isso contemplaria o Grêmio sendo finalizado assim. Tudo caminhando, o Arthur viaja neste final de semana para Barcelona."

A manifestação através de entrevista coletiva encerra uma negociação que começou em dezembro, teve atrito por foto vazada onde Arthur vestia camisa do Barcelona e depois rendeu assinatura de opção de compra. O acordo obtido em março definiu o valor da operação em 30 milhões de euros (R$ 136,7 milhões na cotação atual) e cláusula bônus de até 9 milhões de euros (R$ 41 milhões).

Publicidade

"Queria agradecer a todos que torceram por mim. A Arena é um dos lugares que eu mais gosto de estar. O Grêmio me proporcionou muitas alegrias. É uma vida, uma história no clube. Serei eternamente grato a todos. Nada mais justo do que dar esta coletiva para agradecer para todos. É dizer um até logo, não um adeus. Muito obrigado de coração a todos por esta jornada. Estou realizando um sonho, como realizei em vestir a camisa do Grêmio, só tenho que agradecer. Um muito obrigado e um até logo. Não será o final da minha trajetória no Grêmio, espero um dia voltar. Fico muito orgulhoso de sair pela porta da frente. Nada mais justo com o clube porque é um clube que fiquei sete anos, desde meus 14, sempre me ajudando. Fico orgulhoso e feliz pela forma que tudo ocorreu, sem nada no escuro, tudo transparente. Tenho certeza que as portas estarão sempre abertas quando eu for voltar. Obrigado por tudo", disse o jogador.

Publicidade

O Grêmio, à época, bateu pé e conseguiu estipular que Arthur só deixaria o Brasil em janeiro. A saída de Iniesta, que fechou com o Vissel Kobe-JAP, e outros planos do Barcelona fizeram este item do negócio ser revisto. Há duas semanas, uma reunião em Porto Alegre encaminhou a ida antecipada. Faltava apenas a burocracia contratual e quitação de 26 milhões de euros – a primeira parcela foi paga quando da assinatura da opção de compra.

Publicidade

A diretoria do Barça aguardava apenas o início de um novo ano fiscal na Europa para não sofrer sanções por conta do Fair Play financeiro da UEFA. Desde domingo, as conversas entre advogados dos clubes avançaram para assinatura de documento final. "Eu não opinei, eles conversaram com o Grêmio e entraram em um acordo bom para os dois. É muito carinho que tenho pelo Grêmio e todos os funcionários aqui. Não me despedi ainda, fiz questão em vir dar coletiva porque todo torcedor merece, eu queria que fosse assim. Eu vejo os funcionários todo o dia e viraram minha família", detalhou o jogador.

"Eu fiquei fora das negociações, não soube o que está acontecendo. Mas estou muito feliz de estar podendo honrar e vestir a camisa de um grande clube (Barcelona), talvez um dos maiores do mundo. Muito feliz", completou.  Arthur deixa o Grêmio após oito anos. Natural de Goiânia, o volante chegou a Porto Alegre em 2011 e passou a atuar no time sub-12 do clube gaúcho. Em 2015, estreou na equipe principal com Felipão e só voltou a ter chance dois anos mais tarde. Com Renato Gaúcho, se tornou titular absoluto e foi um dos protagonistas no título da Libertadores de 2017. Também no ano passado, chegou a ser convocado por Tite para seleção brasileira. A ascensão meteórica fez os dirigentes renovarem contrato e elevarem a multa rescisória do jovem.

Fonte: Uol Esporte

Publicidade
Publicidade
Publicidade