in

Tailândia: mergulhador morre sem oxigênio em caverna onde meninos estão presos

Mergulhador desmaiou após entregar tanques de oxigênio para os meninos presos. Além das chuvas, a queda de oxigênio no interior da caverna preocupa as autoridades.

Publicidade

Um mergulhador que fazia parte da equipe de resgate que avalia e tenta encontrar maneiras de retirar o grupo de 12 crianças e um técnico de futebol que estão presos em uma caverna na Tailândia morreu nessa sexta-feira, dia 6.

De acordo com as informações divulgadas pela imprensa local, Saman Gunan tinha a função de entregar tanques de oxigênio para o grupo preso, mas ao retornar da caverna de Tham Luang perdeu a consciência e acabou ficando sem oxigênio para a volta.

Publicidade

O mergulhador chegou a ser retirado da caverna por um colega de equipe. Entretanto, os esforços de reanimação não surtiram nenhum efeito.

Publicidade

No interior da caverna, o nível de oxigênio normal deveria estar em 21%. A necessidade de levar novos tubos para a oxigenação do ambiente se deu pelo fato de ter ocorrido uma queda para 15%.

Publicidade

O treinador e grupo de crianças que tem idades entre 11 e 16 anos entraram no complexo de cavernas há doze dias. Eles ficaram presos após uma forte tempestade que provocou inundações em parte do local.

Depois de nove dias o grupo foi encontrado por mergulhadores britânicos que viajaram para a Tailândia com o objetivo de ajudar nas buscas. Eles estavam a 4 km da entrada da rede de cavernas.

Saman, o mergulhador que acabou morrendo, era oficial reformado da Marinha tailandesa. Retornou às atividades especificamente para prestar auxilio na operação de resgate. Segundo fontes da Marinha, o funeral do oficial será patrocinado pelo rei da Tailândia. 

De acordo com os amigos e colegas das de trabalho, Saman era um excelente mergulhador, ciclista e corredor. Os trabalhos para o salvamento das crianças e do técnico continuam em andamento sem grandes mudanças.

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade