in

Galã da Globo faz marcas que o patrocinam sofrer retalhações na internet

Ele ficou conhecido por suas brilhantes atuações e papeis memoráveis de destaque na TV, prestes a voltar ao ar como um dos protagonistas da próxima novela das nove, O Sétimo Guardião, escrita por Aguinaldo Silva, o ator se envolveu em uma grande polêmica após declarações homofóbicas que estão trazendo graves consequências para as marcas que o patrocinam.

Publicidade

Bruno Gagliasso está pagando as consequências de seus atos cometidos em 2009, mas que só agora vieram à tona. O caso veio a público depois do ator se pronunciar sobre as declarações racistas dadas pelo youtuber Júlio Cocielo nas redes socias em que ele denigre a imagem do jogador negro Mbappé.

Após um longo desabafo em suas redes sociais, o ator foi desmascarado pelos próprios fãs que buscaram em seu passado posts comprometedores e homofóbicos, mas o que era para ser apenas um desabafo contra o youtuber acabou se tornando em uma chuvas de retalhação contra o ator e as marcas que o contratam para suas campanhas.

Publicidade

O post polêmico se referia a opção sexual de papai noel, em que o ator ridiculariza a imagem do velhinho, dizendo que ele é um 'viado' que não tira a mão do saco e anda sempre com 'viadinhos'. O post de 2009 ressurgiu agora e já está dando dor de cabeça ao galã global.

Publicidade

Mas tudo tem um preço e não é somente o ator quem está pagando pelos seus atos. Na internet, os internautas se revoltaram contras as marcas que patrocinam Bruno e estão fazendo vários ataques.

Publicidade

As mensagens para que marcas como Olypikus, Lupo, Renault retirem o ator imediantamente de suas  campanhas são muitas. Vale lembrar que o ator deu vida ao personagem homossexual Júnio, na novela América, da autora Glória Perez, em 2005.

Publicidade
Publicidade
Publicidade