in

Mãe comete ato bárbaro contra bebê e manda mensagem para ex: ‘se livra disso’

O crime ocorreu em Santos, litoral de São Paulo. Uma recém-nascida foi encontrada em uma lixeira por um catador de latinhas que acionou a polícia. A mãe foi identificada e no celular foram vistas mensagens de texto que ela trocou com o pai da criança momentos antes do homicídio.

Publicidade

De acordo com a polícia, a mãe estava demonstrando insatisfação com a criança dizendo que era 'mais uma boca para comer'. Tudo ocorreu na manhã dessa última quinta-feira (28). Durante a conversa que foi realizada por WhatsApp, o ex-companheiro da assassina sugeriu que ela fosse embora para Ribeirão Preto.

Depois ele diz 'você matou minha filha' e em seguida escreveu 'se livra disso'. A polícia não trabalha com a hipótese de que o pai esteja diretamente envolvido com o crime. A mãe da bebê foi presa preventivamente por homicídio e ocultação de cadáver. O pai foi indiciado por favorecimento pessoal.

Publicidade

De acordo com o Instituto Médico Legal, a causa morte da recém-nascida foi traumatismo craniano, pois foi jogada em um fosso de lixo. Antes de ser jogada a vítima foi asfixiada com um elástico de cabelo no pescoço.

Publicidade

Ao ser detida, a mãe disse que a criança nasceu morta, mas não foi o que o laudo investigativo apontou. A polícia ainda informou que o crime ocorreu no banheiro do apartamento em que moravam há cerca de três anos.

Publicidade

Mesmo que a mãe e o pai neguem a conversa pelo aplicativo deixou bem claro que eles estavam envolvidos e agora a mãe deverá continuar presa até passar pelo julgamento e decisão da pena que irá cumprir.

Publicidade
Publicidade
Publicidade