in

Grêmio e Santos não chegam a acordo e jogador permanece no Tricolor

O diretor executivo do Grêmio, André Zanotta, concedeu uma entrevista na última sexta-feira (29) e na oportunidade ele falou sobre o fim das negociações com o Santos pela venda de um de seus volantes. Mesmo que foi deixado um espaço para que essa negociação possa ser retomada.

Publicidade

Segundo o diretor, o clube paulista parou as tentativas por já estar de olho em Carlos Sánchez, craque do Uruguai que está na Rússia disputando a Copa do Mundo.

Porém foi dito que a negociação de Jailson só vai ser totalmente cancelada quando ele enrar dentro de campo pela sétima vez pelo Grêmio no Campeonato Brasileiro e ficar inapto por jogar por outra equipe na Série A.

Publicidade

“Existia interesse, negociação em andamento. Mas não houve nenhum acerto entre as partes e Jailson continua no time. Não tem mais nenhuma fala com o Santos. Encerramos as conversas. Se eles quiserem retomar, tudo bem. Mas não há nenhum acordo, para nós o Jailson fica”, declarou Zanotta.

Publicidade

O volante permanecer no clube se torna mais importante depois da saída antecipada de Arthur para o Barcelona. Em uma reunião há uns dias, foi feito um acordo com mais 3 milhões de euros para que o clube europeu leve o craque antes do tempo.

Publicidade

Grêmio e Santos chegou a falar em 12 milhões de reais por Jaílson, o time da Vila o pagaria o jogador por meio de um investidor, porém a situação travou. O que prejudicou o fato também foi o volante só poder atuar pelo clube no Campeonato Brasileiro, por já ter atuado pelo tricolor gaúcho em Libertadores e pela Copa do Brasil.

Publicidade
Publicidade
Publicidade