in

Bebê de 7 meses não se desenvolve e diagnóstico médico deixa os pais chocados

Todos os bebês quando nascem, são pequenos, frágeis e precisam de todo cuidado e proteção. Esse caso conta como foi a vida de um bebê ainda mais frágil do que todos os outros.

Publicidade

O bebê Matthew Riddle III teve que lutar muito para sobreviver. Ele nasceu prematuro, com apenas 28 semanas. Já na gravidez durante o pré-natal,  sua mãe Jenevive Cook percebeceu que tinha algo errado com seu bebê.

Os médicos perceberam que o garotinho não estava se desenvolvendo como deveria dentro do útero da progenitora, eles temiam que algo ainda pior pudesse acontecer. Então, eles resolveram induzir o parto de Jenevive.

Publicidade

Matthew nasceu com menos de 500 gramas, e foi diagnosticado com a rara doença chamada de nanismo primordial. Essa condição está associada à microcefalia, e faz com que seu portador não desenvolva como as outras crianças normais.

Publicidade

Publicidade

Já nos primeiros dias, o recém-nascido passou por momentos bem complicados. Ele ficou internado durante 98 dias. Os médicos não acreditavam na recuperação de Matthew, diziam que o cérebro dele tinha parado de crescer e que seu tempo de vida seria muito curto.

Mas o pequeno provou que era forte, que tinha vontade de viver e surpreendeu a todos. Quando estava com três meses, algo inacreditável aconteceu. Para a felicidade de Jenevive, seu bebê começou a apresentar sinais de desenvolvimento!

Com a superação e o desenvolvimento de Matthew, os médicos deram outro diagnóstico: ele iria ter uma vida normal, como andar, falar, brincar e fazer tudo o que as outras crianças fazem, mas com uma única diferença, é que Matthew será menor do que todas crianças de sua idade.

Atualmente, o guerreiro Matthew está com 7 meses e pesa quase dois quilos, ainda é  pouco para um bebê da sua idade, mas ele está bem e apresentando melhoras extraordinárias, considerando que no início ninguém pensava que o garoto fosse sobreviver.

Matthew ainda tem um longo caminho pela frente, e terá de enfrentar muitos desafios em sua vida. Ele ainda terá que passar por várias cirurgias e visitará frequentemente o hospital, para consultas de rotina e acompanhamento de seu desenvolvimento.

Mas com a sua coragem e belo sorriso, com certeza terá uma vida feliz à sua frente, ele já é um vitorioso e um exemplo para todos nós. Nunca devemos desistir da vida, por muitos problemas que tenhamos que resolver. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade