in

Vitória Gabrielly esteve no sítio de Maiara e Bruno antes de ser assassinada, afirma a polícia; o casal foi preso

A polícia pediu a prisão temporária do casal suspeito de participar do assassinato da garota Vitória Gabrielly que desapareceu no dia 8 de junho, na cidade de Araçariguama (SP) e encontrada morta uma semana depois em uma área de mata fechada na mesma cidade.

Publicidade

A prisão foi efetuada na manhã desta sexta-feira (29), pela Polícia Civil, Maiara Borges e Bruno Marcel de Oliveira foram conduzidos para as viaturas e, em seguida, encaminhados para a delegacia de Mayrinque onde prestaram depoimento e posteriormente levados para o IML (Instituto Médico Legal) onde passaram por exames de corpo de delito e depois serão conduzidos para prisão. A dupla possui histórico criminal,  ele por tráfico de drogas e ela por roubo. 

Os policias ficaram cerca de 15 minutos dentro da casa da dupla, onde fizeram uma varredura, Maiara e Bruno se mostraram bastante indignados no momento em que foram detidos, ambos afirmaram que são inocentes, mas a polícia já não acredita que o casal está isento de culpa.

Publicidade

Vitória Gabrielly teria sido levada para a imóvel do casal em Mayrinque antes de morrer

 O pedido de prisão temporária foi feito após a polícia identificar um carro que seria do homem detido no cenário do crime em imagens de câmeras de monitoramento. Cães farejadores fizeram uma varredura no imóvel onde o casal mora, segundo a reportagem do Balanço Geral da TV Record, exibido na manhã desta sexta-feira, os animais adestrados e treinados para identificar vestígios, encontraram evidências que a menina esteve naquele local.

Publicidade

Laudos da perícia técnica que foram entregues à polícia também apontam que Bruno esteve presente onde o corpo da menina foi encontrado. Na noite desta quinta-feira (28), a Polícia Civil indiciou por homicídio doloso o servente de pedreiro Júlio César Lima Ergesse pela morte da menina Vitória Gabrielly, depois que ele prestou um novo depoimento a delegada responsável pelo caso.

Publicidade

A polícia acredita que o casal e o servente de pedreiro são os responsáveis pela a morte brutal de Vitória Gabrielly. Os delegados que estão conduzindo as investigações prometeram que ainda nesta sexta-feira haverá uma coletiva de imprensa onde serão revelados mais detalhes sobre o caso.

Publicidade