in

Time argentino recorre à Fifa e pede indenização astronômica ao Internacional; entenda o motivo

Dos gramados para os tribunais, nesta sexta-feira uma ação de um famoso time argentino será apresentada à  Fifa contra o Inter, que prevê um multa astronômica em caso de vitória.

Publicidade

A direção do Huracán vai entrar com uma ação contra o time gaúcho por causa do jogador Martin Sarrafiore, que segundo os dirigentes do clube argentino, foi roubado deles pelo Internacional. No meio de toda essa confusão, até a Confederação Gaúcha foi citada no documento preparado pelos argentinos.

Na prática legal, a pré-contratação de um jogador por outro clube é permitido pela Fifa, e isso qualquer clube sabe que pode ser feito até seis meses antes do final do contrato vigente do jogador. A alegação do Huracán está justamente nesse fundamento, pois o time diz que o acordo foi assinado no dia 27 de dezembro, e não em janeiro como deveria ter ocorrido.

Publicidade

O problema maior para a Fifa é que, mesmo que ele tenha assinado o contrato em dezembro, o documento só foi protocolado em janeiro, o que é considerado dentro do prazo legal. Portanto, se o time argentino não tiver uma carta na manga, será difícil ter um embasamento para conseguir receber o valor de indenização que está sendo pedido.

Publicidade

O valor da multa chega a impressionar, pois o time argentino está pedindo o valor de 10 milhões de dólares, quase 40 milhões de reais na cotação de hoje.

Publicidade

Enquanto o caso todo se desenrola, Martin segue rumo à nossa terra e se apresentará em Porto Alegre neste domingo (01). 

Publicidade
Publicidade
Publicidade