in

Homem tenta beijar garota à força, mas é surpreendido e se dá mal; assista

Situações de assédio são comuns no dia-a-dia que qualquer cidade brasileira, mas, desta vez, o episódio ganhou as redes sociais e o vídeo tem viralizado no Twitter e também no Facebook. Um homem aparece nas imagens tentando beijar uma garota à força, mas é surpreendido e acaba se dando muito mal. Ainda não há informações sobre o local que ocorreu a briga e as pessoas envolvidas não foram identificadas.

Publicidade

No momento em que ele tenta beijar a garota, ela se vira e aplica um golpe acertando o homem e o deixando sem reação. Logo depois, duas amigas aparecem e ajudam ela a se livrar da situação, mas também batem no assediador. A briga se estende e o vídeo mostra ele tentando se defender dos golpes sem sucesso.

Embora a confusão não se estenda, o homem se afasta das garotas com a mão no rosto, como se tivesse se machucado. Havia bastante gente na rua, mas ninguém interviu – apenas no final, quando ele já está longe das meninas, dois caras impedem elas de se aproximar novamente do homem.

Publicidade

Outras situações de assédio

Em meio das festividades da Copa do Mundo, o assédio contra as mulheres está sendo bastante discutido nas redes sociais e também nos meios de comunicação. Isso porque há vídeos circulando na internet onde brasileiros aparecem insultando e desrespeitando mulheres estrangeiras.

Publicidade

No vídeo mais recente, uma jornalista do canal SporTV está se arrumando para fazer uma entrada ao vivo quando é surpreendida por um torcedor que tenta beijá-la. Ela reage e questiona a atitude do torcedor que se afasta da câmera na mesma hora. Não há como saber qual a nacionalidade do homem, mas como ela respondeu em inglês tudo indica que não era um brasileiro, isso reforça como o problema do assédio contra mulheres é um problema mundial.

Publicidade

Assista ao vídeo

A divulgação das imagens em que a garota se defende do homem usando a violência dividiu opiniões na internet. Embora as pessoas reconheçam que ele agiu errado, alguns acreditam que bater não foi a maneira correta de se defender.

 

 

 

Publicidade