in

Professor é agredido em escola no Méier

Uma escola pública centenária virou retrato do abandono na educação do Estado do Rio de Janeiro. As paredes estão sendo vandalizadas, professores atacados e o futuro de centenas de alunos é ameaçado por episódios graves de violência.

Publicidade

De acordo com Portal R7, alunos no Rio de Janeiro em uma escola no Méier relataram se sentir inseguros. O colégio se chama Visconde de Cairu e um professor da unidade foi agredido por um adolescente que não estuda nesta escola.

A vítima estava na biblioteca e teve que ser levada para o hospital. Outros alunos informaram que sentem um carinho muito grande pelo professor que foi agredido. Segundo uma aluna, ele era acolhedor, ouvia angústias dos jovens estudantes e agora está desmotivado para trabalhar.

Publicidade

A aluna também disse que a turma ficou muito chateada e desmotivada com a situação. Um outro professor relatou que também foi agredido duas vezes. Uma delas, os alunos começaram a gritar e uma cadeira foi arremessada em direção a ele, no corredor da escola.

Publicidade

Na última semana, uma bomba foi jogada e um estudante passou mal. Foram dois estouros e os alunos ficaram em pânico gritando dentro da sala de aula. O professor ainda contou que "tudo ficou escuro" e também passou mal.

Publicidade

De acordo com os relatos é comum pessoas estranhas frequentarem o colégio. Agora, todos estão reivindicando porteiro, segurança no colégio, merenda, entre outras melhorias, mas até agora nada foi feito.

Não há nem sequer inspetores na escola e muitos profissionais da educação cancelaram aulas, com medo de ataques de estranhos. Agora, todos aguardam providências das autoridades competentes. 

Publicidade
Publicidade