in

7 verdades que os dermatologistas não te contam sobre as estrias

É possível eliminar as estrias do nosso corpo? Na barriga, nas pernas, nas nádegas, elas aparecem onde a gente menos espera. As estrias são a dor de cabeça de muita gente.

Publicidade

De acordo com o portal G1, "as mulheres são o grupo que mais sofre com essa ruptura das fibras de colágeno, seja na adolescência, durante a gravidez ou em decorrência do efeito sanfona".

Existem alguns segredos sobre as estrias que não são repassados para você. Confira a listinha que separamos com algumas verdades sobre as estrias que os dermatologistas não te contam:

Publicidade

1 – Questão genética

Publicidade

De acordo com o Bem Estar, "há uma questão genética  e hormonal envolvida no aparecimento das estrias. As lineares e mais finas respondem melhor aos tratamentos. Já as "rendadas", muito comuns em pessoas de pele negra, são difíceis de amenizar".

 

Publicidade

2 – O segredo para evitar o surgimento de estrias

Existe um segredinho especial para você evitar o surgimento de estrias. De acordo com o G1, "manter a hidratação e a elasticidade da pele é fundamental para evitar o surgimento de estrias, um problema mais comum até os 30 anos de idade".

 

3 – Tem para homem também

Homens também são vítimas de estrias no corpo, isso não é algo relativo a mulheres apenas. Segundo a BBC, "às vezes, especialmente no caso de adolescentes, as estrias aparecem nas costas, cobrindo a coluna com linhas horizontais. Entre aqueles que praticam fisiculturismo, podem aparecer nos ombros".

 

4 – As mamas respondem mais rápido a tratamentos contra a estria

Muita gente imagina que o tratamento de estria é demorado e com reações únicas em todas as partes do corpo. O que não é verdade. De acordo com o portal G1, "as mamas são a região que responde mais rápido ao tratamento. Mas cirurgias para retirar estrias só são recomendadas em casos muito severos".

 

5 – Podem surgir até mesmo no rosto

Qualquer parte do corpo está sujeita a ter estrias. Segundo a BBC, "as estrias podem aparecer em qualquer parte do corpo onde a pele for esticada, mas são mais frequentes em áreas que tendem a armazenar gordura, como abdômen, tórax, braços, nádegas e coxas. Há um tipo específico de estrias causadas pela Síndrome de Cushing, uma doença rara, devido a níveis elevados de um hormônio chamado cortisol no sangue. Neste caso, as marcas são geralmente maiores, e podem aparecer na face".

 

6 – Não aparecem só na gravidez e nem toda grávida possui

Não é só na gravidez que elas aparecem. Pode acontecer durante surtos de crescimento em adolescentes, bem como em casos de ganho rápido de peso. Além disso, uma mulher grávida pode ou não desenvolver marcas de estria na barriga dependendo de fatores genéticos e de quanto a sua barriga cresce.

 

7 – Algumas desaparecem e outras você apenas consegue reduzir

Segundo a BBC, "Ao longo do tempo, a maioria das estrias tende a atenuar-se e algumas desaparecem completamente. Mas esse processo normalmente leva mais de um ano. A terapia a laser pode não eliminar completamente as estrias, mas ajuda a torná-las menos perceptíveis. Tratamentos a laser variam de acordo com o tipo de estria e de pele.
Há também pessoas que se submetem a cirurgia plástica para reduzir as estrias. É improvável que cremes, loções e géis que estão no mercado consigam que as estrias sejam mais atenuadas do que seriam naturalmente com o tempo"
.

Publicidade
Publicidade