in

Caso menina Vitória: laudo do IML revela detalhes de brutalidade e chocam a população

O programa Cidade Alerta teve acesso ao laudo do Instituto Médico Legal que mostra detalhes do laudo pericial que apurou as causas da morte da criança encontrada morta em Araçariguama, interior de São Paulo. 

Publicidade

O laudo tem a função de detalhar o caso da menina Vitória mostrando como foi a morte, a causa e como ela foi produzida. O corpo da criança chegou para a perícia já em estado de decomposição, o que justifica a demora da elaboração da perícia.

No corpo foram observados alguns ferimentos. Havia um no tornozelo, mas o laudo revela que não foi ocasionado durante o crime, sendo um machucado feito antes e de outra natureza, podendo ser acidental.

Publicidade

Há informações de que ela foi contida e imobilizada durante o ato criminoso, por isso há muitos marcas pelo corpo, que foram feitas durante o aprisionamento. Isso demonstra que houve brutalidade e que ela tentou lutar para escapar ou se defender.

Publicidade

O que chamou bastante atenção foi que a menina foi encontrada em meio a um matagal jogada, de barriga para baixo, deixando exposto um ferimento no braço esquerdo, que segundo a perícia, é característica de contenção com brutalidade.

Publicidade

Vitória foi morta com um golpe chamado "mata-leão", uma técnica de estrangulamento que lutadores de jiu-jitsu e judô utilizam. Esses dados são levantados para ajudar nas investigações do caso, mas não são conclusivos.

O que indica que o autor do crime não foi localizado nem identificado, mas as informações são de extrema importância para mostrar que as pessoas fizeram com ela. O laudo também não indicou se foram uma ou duas pessoas que cometeram o ato criminoso. A polícia agora aguarda novas informações para concluir o caso.

Publicidade
Publicidade