in

Ex-ator da Globo ataca Jair Bolsonaro e diz que homens não são exclusivamente homens

Pré-candidato à Presidência da República pelo Partido Social Livre (PSL), Jair Bolsonaro já se acostumou às críticas que são inerentes ao cargo público. Desta vez, as críticas foram feitas pelo ator Pedro Cardoso, o eterno Agostinho de A Grande Família.

Publicidade

Pedro Cardoso está morando em Portugal desde que A Grande Família saiu do ar, mas com frequência vem ao Brasil. Na segunda, ele foi entrevistado pelo programa Morning Show.

“O Bolsonaro é iludido com a sua própria virilidade”, comentou o ator, arrancando risos das pessoas que estavam presentes no estúdio. “Eu acho que ele… Eu tenho muita compaixão e amizade pelos eleitores do Bolsonaro. A gente tem que separar isso no Brasil. Você não gostar de um candidato, não significa que você é um inimigo do eleitor daquele candidato”, continuou.

Publicidade

“Eu busco compreender o que leva alguém a ter ilusão de que um homem como Bolsonaro, com sua virilidade ostensiva e que faz elogio, se ele não é um homem perverso, faz elogio a homens comprovadamente perversos, a torturadores”, explanou o ator.

Publicidade

Em seguida, Pedro Cardoso criticou os eleitores do deputado federal. “Eu fico me perguntando a mim qual o medo que está dentro desses homens, dessas mulheres que pretendem votar no Bolsonaro”, disse.

Publicidade

Antes de concluir que considera Bolsonaro “um homem pela metade”, Cardoso afirmou que “nem as mulheres são exclusivamente mulheres, nem nós homens somos exclusivamente a nossa masculinidade”, finalizou.

Jair Bolsonaro lidera a corrida presidencial em todos os cenários sem o ex-presidente Lula, que está preso e não deve concorrer devido à Lei da Ficha Limpa. Os demais candidatos buscam espaço frente ao crescimento de Bolsonaro nos últimos dois anos.

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade