in

Caso Vitória Gabrielly: Rosana, mãe de Vitória, pede advogado para procurar a polícia e faz confissão aterrorizante

O caso Vitória Gabrielly, a menina de 12 anos que saiu para andar de patins na cidade de Araçariguama e foi encontrada morta após 8 dias ainda está sem solução. Durante todo período, familiares, amigos, vizinhos, conhecidos e a polícia buscaram por informações sobre o paradeiro da menina.

Publicidade

Desde então, as investigações ficaram mais acirradas. A polícia trabalha com várias hipóteses, há rumores de que a adolescente pode ter sido morta por vingança ou até mesmo por engano. A dor da família de Gabrielly é imensurável e para piorar a situação, Rosana Guimarães começou a ser acusada nas redes sociais de participar do assassinato da filha e passou a ser ameaçada. 

A mãe de Vitória procurou a polícia para denunciar as ameaças que vinha recebendo. Apavorada e ainda mais martirizada por causa do teor cruel das mensagens, Rosana chegou a cogitar a possibilidade de mudar de cidade, mas não o fez, por não ter condições financeiras.

Publicidade

Mas afinal de contas quem matou Vitória Gabrielly?

Nos últimos dias, a polícia já conseguiu desvendar alguns detalhes da mecânica do crime brutal. Sabe-se que Vitória Gabrielly foi assassinada no mesmo dia do rapto e o exame médico realizado no corpo da menina mostra que ela foi morta por asfixia, provavelmente através de um golpe conhecido como mata leão.

Publicidade

Tudo indica ela morreu no local onde seu corpo foi encontrado e que a menina desceu do carro onde estava e caminhou para a morte, conforme informou a reportagem do programa Balanço Geral, exibido na manhã desta terça-feira (26), pela TV Record. A Secretária de Segurança Pública de São Paulo está oferecendo R$50 mil para quem tiver informações precisas que levem ao assassino da garota.

Publicidade

Mãe de Vitória Gabrielly faz confissão sobre os momentos aterrorizantes que vem enfrentando

Em entrevista à TV TEM, afiliada da Rede Globo, Rosana Guimarães abriu seu coração e confessou que vem vivendo momentos de terror e de muita dor. Desde que sua filha desapareceu a vida dela e da família se resume ao medo, primeiro por não saber onde Vitória estava e agora por não saber quem a matou.

Rosana continua recebendo ameaças e pediu ao seu advogado para procurar a polícia e pedir proteção policial para ela e a família, já que existe uma movimentação suspeita perto de sua casa durante a madrugada. Bastante assustada, ela fala sobre o ódio das mensagens que recebe na internet e, até mesmo, através do telefone.

Dentre todas as mazelas, o que mais aterroriza Rosana é a possibilidade da filha ter sido cruelmente assassinada por engano. "Minha filha estava no lugar errado e na hora errada. Agora, se é para se vingar de alguém eu não sei, mas essa pessoa [criminoso] estava com maldade e, infelizmente, minha filha estava lá naquele momento [que foi pega] e, para mim, no momento errado", afirma a mãe de Vitória com os olhos marejados.

Publicidade
Publicidade