in

Scarpa é liberado pela Justiça, mas negocia com outro clube

O Palmeiras, ao início do ano, acertou um contrato com o meio-campista Gustavo Scarpa e o teve por um tempo, este acabou se tornando muito querido pela torcida, após uma atuação de gala contra o Ituano, pelo Campeonato Paulista, onde o mesmo marcou dois golaços.

Publicidade

Porém, Scarpa acabou se tornando um grande problema, até porque o atleta veio ao Palmeiras de forma muito conturbada, saindo brigado com o Fluminense, após ter acusado o clube de não ter pago seus vencimentos e mais um monte de regalias previstas em seu contrato.

O jogador entrou na Justiça contra o clube que o revelou e conseguiu ser liberado, mas logo depois o tricolor carioca derrubou a liminar que o liberava para assinar com quaisquer outras equipes de futebol e o teve de volta.

Publicidade

Agora, Scarpa estava brigando com o Fluminense e conseguiu, de uma vez por todas, ganhar de seu antigo clube na Justiça, só que todos pensavam que o mesmo iria para o Palmeiras quando resolvesse a questão, porém estão enganados.

Publicidade

Scarpa é tratado como um grande craque do futebol brasileiro e é pretendido por diversos clubes do exterior, por este motivo que não pode vacilar quando se tem o atleta em mãos, pois acontece que o Palmeiras havia fechado com o jogador um contrato em que pagaria 6 milhões de euros, só que este valor ainda não foi pago.

Publicidade

O meio-campista estava aguardando o pagamento do dinheiro, que iria parte para ele e parte para os empresários da OTB Esportes, que cuida da carreira do atleta, agora o mesmo tem uma proposta da Arábia Saudita e pode fechar com o clube do exterior, alegando que o Verdão não pagou o dinheiro que devia.

Até o momento, ainda não foi confirmada a ida do jogador para outro clube, só que o Palmeiras ainda tenta reverter a situação e ter o atleta de volta, uma vez que agora ele conseguiu ganhar na Justiça de seu antigo clube.

O Palmeiras alega que havia uma cláusula no contrato em que afirmava que o dinheiro só seria depositado após a resolução do embróglio jurídico com o Fluminense.

Publicidade
Publicidade
Publicidade