in

Vírus que pode ser letal faz bebê de famosos parar na UTI

Um vírus que pode ser letal tem preocupado os papais e mamães espalhados por todo o Brasil, sendo que alguns deles são famosos. A doença causada por ele foi a responsável por deixar muitos bebês na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) dos Hospitais.

Publicidade

E quanto maior a gravidade com que a doença acomete os pequenos, mais difícil reverter para um quadro de cura, por isso os hospitais optam por fazer o tratamento em áreas isoladas, como as geladas salas de UTI.

É muito importante que os pais fiquem atentos e se informem sempre sobre o Vírus Sincicial Respiratório que pode muito bem ser confundido com uma simples gripe e que está levando cada vez mais bebês para as áreas de tratamento intensivo dos hospitais.

Publicidade

Os ex-BBBs Adriana Sant’Anna e Rodrigão são exemplos de pais que passaram por isso. Em abril deste ano, eles fizeram uma publicação em suas redes sociais noticiando que sua filhinha de apenas 3 meses tinha recebido alta do hospital. Linda passou cinco dias internada na UTI.

Publicidade

Outros famosos que passou por momentos difíceis foram o apresentador do Esporte Espetacular, Felipe Andreoli, e a repórter do Vídeo Show, Rafa Brits. O pequeno Rocco passou seis dias na mesma unidade de tratamento.

Publicidade

Os dois bebês tiveram que ser internados pelo mesmo motivo, a infecção pelo Vírus Sincicial Respiratório, conhecido como VRS. Os dois bebês se recuperaram bem e já estão bastante saudáveis devolvendo a alegria as mamães e os papais.

Fique atento aos principais sintomas do VRS: nariz entupido; bebê com tosse; febre baixa; dor de garganta. Há casos mais graves: febre; tosse severa; peito chiado ao respirar; a respiração pode mesclar entre rápida, curta ou dificultosa; pele azulada devido a falta de oxigenação pela dificuldade ao respirar; bebe sem fome, desanimado e/ou apresentando irritação.

Publicidade
Publicidade
Publicidade